Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Ciências (FC) >
Departamento de Educação (FC-DE) >
Centro de Investigação em Educação (FC-DE-CIE) >
GI Educação, Desenvolvimento e Formação (FC-DE-CIE-GIEDF) >
FC-DE-CIE-GIEDF - Artigos em Revistas Nacionais >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/7365

Título: Os circuitos da reflexividade mediatizada: apresentação de dados preliminares
Autor: Melo, Benedita Portugal e
Palavras-chave: Opinion makers
Avaliação escolar
Rankings escolares
Efeitos cognitivos
Público
Issue Date: 2005
Editora: Análise Social
Citação: Melo, M. B. P. (2005). Os circuitos da reflexividade mediatizada: apresentação de dados preliminares. Análise Social, 176, 595-617.
Resumo: Neste artigo analisa-se qual foi a importância que o jornal Público atribuiu à questão da avaliação do ensino e à publicação dos rankings escolares relativamente ao total de notícias que publicou sobre a educação no ano 2001, período em que, pela primeira vez em Portugal, foram divulgadas, por acção deste diário, as classificações dos exames nacionais do 12º ano sob a forma de um ranking. A partir da análise de conteúdo realizada a todos os artigos de opinião e cartas ao director subordinadas ao tema educação publicadas ao longo daquele ano neste diário, identifica-se quem participou no processo de construção de opiniões sobre a educação no espaço público do Público, sustentando-se a hipótese de que o espaço mediático encontra-se dominado por um conjunto específico de agentes que, por possuírem fortes volumes de capitais escolares e culturais e por saberem comunicar através da comunicação social, conseguem criar correntes de opinião que vulgarmente são designadas como opinião pública. Demonstra-se, para além disso, como os efeitos cognitivos dos meios de comunicação social, denominados como agenda-setting, condicionaram os processos de reflexividade mediatizados que foram produzidos a respeito da educação no interior do Jornal. Por fim, equaciona-se em que medida é que o próprio Público, ao construir de uma determinada forma a sua agenda sobre educação, orientou as opiniões dos públicos para as questões da avaliação da qualidade do ensino e para a divulgação dos rankings escolares.
URI: http://hdl.handle.net/10451/7365
Appears in Collections:FC-DE-CIE-GIEDF - Artigos em Revistas Nacionais

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Os circuitos da reflexividade.pdf115,52 kBAdobe PDFView/Open

Please give feedback about this item
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia