Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Ciências (FC) >
Departamento de Educação (FC-DE) >
Centro de Investigação em Educação (FC-DE-CIE) >
GI Educação, Desenvolvimento e Formação (FC-DE-CIE-GIEDF) >
FC-DE-CIE-GIEDF - Artigos em Revistas Nacionais >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/7365

Título: Os circuitos da reflexividade mediatizada: apresentação de dados preliminares
Autor: Melo, Benedita Portugal e
Palavras-chave: Opinion makers
Avaliação escolar
Rankings escolares
Efeitos cognitivos
Público
Issue Date: 2005
Editora: Análise Social
Citação: Melo, M. B. P. (2005). Os circuitos da reflexividade mediatizada: apresentação de dados preliminares. Análise Social, 176, 595-617.
Resumo: Neste artigo analisa-se qual foi a importância que o jornal Público atribuiu à questão da avaliação do ensino e à publicação dos rankings escolares relativamente ao total de notícias que publicou sobre a educação no ano 2001, período em que, pela primeira vez em Portugal, foram divulgadas, por acção deste diário, as classificações dos exames nacionais do 12º ano sob a forma de um ranking. A partir da análise de conteúdo realizada a todos os artigos de opinião e cartas ao director subordinadas ao tema educação publicadas ao longo daquele ano neste diário, identifica-se quem participou no processo de construção de opiniões sobre a educação no espaço público do Público, sustentando-se a hipótese de que o espaço mediático encontra-se dominado por um conjunto específico de agentes que, por possuírem fortes volumes de capitais escolares e culturais e por saberem comunicar através da comunicação social, conseguem criar correntes de opinião que vulgarmente são designadas como opinião pública. Demonstra-se, para além disso, como os efeitos cognitivos dos meios de comunicação social, denominados como agenda-setting, condicionaram os processos de reflexividade mediatizados que foram produzidos a respeito da educação no interior do Jornal. Por fim, equaciona-se em que medida é que o próprio Público, ao construir de uma determinada forma a sua agenda sobre educação, orientou as opiniões dos públicos para as questões da avaliação da qualidade do ensino e para a divulgação dos rankings escolares.
URI: http://hdl.handle.net/10451/7365
Appears in Collections:FC-DE-CIE-GIEDF - Artigos em Revistas Nacionais

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Os circuitos da reflexividade.pdf115,52 kBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE