Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Ciências (FC) >
Departamento de Educação (FC-DE) >
Centro de Investigação em Educação (FC-DE-CIE) >
GI Educação, Desenvolvimento e Formação (FC-DE-CIE-GIEDF) >
FC-DE-CIE-GIEDF - Capítulos de Livros >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/7367

Título: Representations of secondary education teachers regarding school rankings – notes of an empirical research
Autor: Melo, Benedita Portugal e
Palavras-chave: Trabalho docente
Prácticas lectivas
Rankings escolares
Issue Date: 2009
Editora: Cambridge Scholars Publishing
Citação: Melo, M. B. P. (2009). Representations of secondary education teachers regarding school rankings – notes of an empirical research. In J. M. Resende & M. M. Vieira (eds.), The crisis of Schooling? Learning, knowledge and competencies in modern societies (pp. 89-101). Cambridge: Cambridge Scholars Publishing.
Resumo: Confrontados com a necessidade de desenvolverem plenamente os estudantes num mundo social e profissional fortemente hierarquizado e dominado pela ideia de “performance”, os docentes do ensino secundário têm de gerir diariamente várias imposições contraditórias: por um lado, promover o desenvolvimento integral dos discentes, dado que esta norma oficial é dirigida a todos os professores, independentemente dos ciclos de escolaridade que leccionam; por outro, avaliar «objectivamente» os estudantes através dos testes e provas escolares. A existência de exames nacionais e de rankings escolares que publicamente dão a conhecer a diferença entre a classificação final atribuída pelo professor no final do ano lectivo e a classificação final obtida pelo aluno no exame nacional de 12º ano, poderá ter originado uma concentração das práticas docentes naqueles dispositivos de avaliação e uma alteração nas suas percepções de justiça escolar. A partir dos resultados obtidos através da aplicação de um inquérito por questionário a 85 docentes do 12º ano de seis escolas secundárias portuguesas analisa-se, neste artigo, as representações dos professores relativamente ao papel da escola e em que medida direccionam os seus investimentos pedagógicos apenas para as dimensões cognitivas do trabalho escolar em detrimento das tarefas que visam incutir nos estudantes competências sociais e afectivas, desde que os rankings escolares passaram a ser publicados.
URI: http://hdl.handle.net/10451/7367
Appears in Collections:FC-DE-CIE-GIEDF - Capítulos de Livros

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Representations of secondary.pdf799,48 kBAdobe PDFView/Open

Please give feedback about this item
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia