Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Ciências (FC) >
Departamento de Educação (FC-DE) >
Centro de Investigação em Educação (FC-DE-CIE) >
GI Educação, Desenvolvimento e Formação (FC-DE-CIE-GIEDF) >
FC-DE-CIE-GIEDF - Capítulos de Livros >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/7367

Title: Representations of secondary education teachers regarding school rankings – notes of an empirical research
Authors: Melo, M. Benedita Portugal e
Keywords: Trabalho docente
Prácticas lectivas
Rankings escolares
Issue Date: 2009
Publisher: Cambridge Scholars Publishing
Citation: Melo, M. B. P. (2009). Representations of secondary education teachers regarding school rankings – notes of an empirical research. In J. M. Resende & M. M. Vieira (eds.), The crisis of Schooling? Learning, knowledge and competencies in modern societies (pp. 89-101). Cambridge: Cambridge Scholars Publishing.
Abstract: Confrontados com a necessidade de desenvolverem plenamente os estudantes num mundo social e profissional fortemente hierarquizado e dominado pela ideia de “performance”, os docentes do ensino secundário têm de gerir diariamente várias imposições contraditórias: por um lado, promover o desenvolvimento integral dos discentes, dado que esta norma oficial é dirigida a todos os professores, independentemente dos ciclos de escolaridade que leccionam; por outro, avaliar «objectivamente» os estudantes através dos testes e provas escolares. A existência de exames nacionais e de rankings escolares que publicamente dão a conhecer a diferença entre a classificação final atribuída pelo professor no final do ano lectivo e a classificação final obtida pelo aluno no exame nacional de 12º ano, poderá ter originado uma concentração das práticas docentes naqueles dispositivos de avaliação e uma alteração nas suas percepções de justiça escolar. A partir dos resultados obtidos através da aplicação de um inquérito por questionário a 85 docentes do 12º ano de seis escolas secundárias portuguesas analisa-se, neste artigo, as representações dos professores relativamente ao papel da escola e em que medida direccionam os seus investimentos pedagógicos apenas para as dimensões cognitivas do trabalho escolar em detrimento das tarefas que visam incutir nos estudantes competências sociais e afectivas, desde que os rankings escolares passaram a ser publicados.
URI: http://hdl.handle.net/10451/7367
Appears in Collections:FC-DE-CIE-GIEDF - Capítulos de Livros

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Representations of secondary.pdf799.48 kBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE