Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/752
Título: Avaliação das competências na resolução de problemas sociais : crianças com agressividade e isolamento
Autor: Júlio, Luís Filipe Santana
Orientador: Sá, Maria Isabel Real Fernandes de, 1959-
Palavras-chave: Isolamento social
Agressividade
Avaliação psicológica
Competências sociais
Teses de mestrado
Data de Defesa: 2008
Resumo: Esta investigação teve como objectivo conhecer a forma como crianças entre os 7 e os 10 anos de idade identificadas com agressividade reactiva e isolamento social realizam o processamento da informação social em duas situações sociais problemáticas em crianças: entrada no grupo de pares e hipotética e ambígua provocação. Com a utilização duma entrevista semi-estruturada os resultados sugerem que existe um perfil diferente entre os dois grupos de crianças nalgumas categorias de resposta ao longo das fases do Modelo de Processamento da Informação de Crick e Dodge (1994). O estudo mostrou evidências de que os processos cognitivos das crianças podem ser avaliados por uma entrevista como método de avaliação psicológica apesar da necessidade de excluir e adaptar algumas perguntas-questões que não diferenciaram as crianças com agressividade reactiva e isolamento social. Com a utilização de um modelo de processamento de informação da psicologia cognitiva os resultados sugerem que nalguns aspectos é possível distinguir as crianças e explicar as diferenças no comportamento social em situação real. A contribuição para a compreensão desta temática será importante para o desenvolvimento da teoria e para o processo terapêutico em crianças com défices nas competências sociais e problemas na resolução de problemas sociais.
This research was designed to assess whether children 7 to 10 years olds identified with reactive aggressiveness and social isolation realize the information processing in two children's problematic social situations, peer group entrance and hypothetical and ambiguous provocation. With the utilization of an semi-structured interview the results indicate there is a different profile between two groups of children in some categories of answers along the steps of Crick e Dodge (1994) information processing model. This study provide evidence that children's cognitive processes can be accessed by an interview as a method of psychological assessment despite the necessity to exclude and modify some questions because some responses don't differentiated the children identified with aggressiveness reactive and social isolation. With the utilization of a social information-processing model from cognitive psychology the results suggest that in some aspects it is possible differentiate the children and to explain the differences in the social behaviors in real situations. The contribution for understanding of this issue will be important for theory development and psychological therapeutic process in children with social competence deficits and problems in the social problem solving skills.
Descrição: Tese de mestrado integrado em Psicologia (Psicologia Clínica e da Saúde - Núcleo de Psicoterapia Cognitiva-Comportamental e Integrativa), apresentada à Universidade de Lisboa através da Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação, 2008
URI: http://hdl.handle.net/10451/752
Aparece nas colecções:FPCE - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
17387_1Monografia_Luis_Julio_2008_FPCEUL.pdf388,86 kBAdobe PDFVer/Abrir
17388_2Monografia_Luis_Julio_2008_FPCEUL.pdf1,26 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.