Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/7559
Título: Filosofia para crianças no 1º CEB : uma investigação-ação
Autor: Carrasco, Maria Adelaide Pereira, 1968-
Orientador: Salema, Maria Helena, 1943-
Palavras-chave: Investigação-acção
Ensino da filosofia
Ensino básico (1º ciclo)
Teses de mestrado - 2012
Data de Defesa: 2012
Resumo: A presente dissertação é um estudo com crianças do 2º ano de escolaridade do 1º Ciclo do Ensino Básico, no âmbito do aprender a pensar. Foi utilizado o programa de Matthew Lipman “Filosofia para Crianças” e avaliado o seu contributo na aprendizagem do pensar. Durante a implementação do mesmo recorreu-se a estratégias de comunicação que permitiram, aos alunos, formular as suas próprias ideias, partindo das suas experiências e vivências pessoais, no seio de uma comunidade de investigação, segundo Lipman. As habilidades desenvolvidas junto dos alunos foram comportamentos cognitivos: raciocínio, questionamento e investigação e formação de conceitos, além dos comportamentos sociais e afetivos. Ao desenvolverem estas habilidades as crianças estão a ser educadas a pensar de maneira a emitirem juízos corretos, tornando-se assim mais racionais críticos e reflexivos capazes de pensar por si mesmos. A realização do presente estudo conduziu, por parte da investigadora, a uma inovação no ensino no que respeita ao aprender a pensar, sendo possível avaliar em que medida esta inovação contribuiu para o seu desenvolvimento profissional. Pelas suas características este estudo assume-se como uma investigação-ação, desenvolvida na sala de aula da própria investigadora. A recolha de dados decorreu no período de outubro a março, num total de 17 sessões, recorrendo à técnica da observação, tendo como suporte o registo áudio e notas de campo. No final do estudo as crianças desenvolvem a atenção/concentração, capacidade de escuta dos outros bem como o tempo e a reflexão na emissão de respostas. Expressam-se com mais facilidade, justificando e argumentando as suas opiniões. Revelam mais facilidade em questionar os outros e mostram-se mais predispostos para pensar. Os resultados obtidos demonstram que os alunos melhoraram e desenvolveram as competências do pensar. Relativamente à investigadora, esta crê que se tornou numa professora mais reflexiva. Não facilita as respostas nem as conclusões, orientando os alunos na busca das mesmas, dando-lhes mais tempo para pensarem. Desenvolveu uma nova visão do seu trabalho e dos seus próprios alunos.
This dissertation is a study on children in the 2nd grade, 1st cycle of basic education, as part of learning to think. We used the program of Matthew Lipman, "Philosophy for Children" and assessed its contribution in what concerns learning to think. During the implementation of this program we used strategies of communication that allowed students to formulate their own ideas, based on their own personal experiences within a research community, according to Lipman. The skills developed with the students were cognitive behaviors like: reasoning, questioning, research and concept formation, in addition to social and affective behaviors. In developing these skills the children are being educated to issue correct judgments, thus becoming more rational, critical and reflexive and able to think for themselves. The completion of this study led to an innovation in teaching with regard to learning to think, being possible to assess the extent to which this innovation contributed to the researcher professional development. Due to its characteristics, this study is an action research developed in the researcher’s classroom. Data collection took place from October to March, a total of 17 sessions, using the technique of observation, supported audio recording and field notes. At the end of the study children developed attention / concentration, listening skills as well as time and reflection in issuing responses. Children express themselves more easily, explaining and arguing their points of view. Children also revealed to be easier questioning others and were more predisposed to think. The results show that students have improved and developed the skills of thinking. As for the researcher, she believes that this study made her a more reflexive teacher. She doesn’t give easy answers or conclusions but guides students in pursuit of them, giving more time to think. She also, developed a new vision of her work and her student’s work as well.
Descrição: Tese de mestrado, Educação (Supervisão e Orientação da Prática Profissional), Universidade de Lisboa, Instituto de Educação, 2012
URI: http://hdl.handle.net/10451/7559
Aparece nas colecções:IE - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfpie042873_tm.pdf1,53 MBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.