Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/756
Título: Relação entre a percepção da infância e o papel parental em famílias pobres
Autor: Roxo, Luís Filipe de Almeida
Orientador: Neto, Luís Miguel, 1958-
Palavras-chave: Parentalidade
Famílias pobres
Grounded theory
Teses de mestrado
Data de Defesa: 2008
Resumo: A presente investigação pretende explorar a relação entre as significações relativas à infância e as representações sobre os papéis parentais em famílias pobres, tendo como base a importância fulcral do papel parental para estas famílias. Assim, para a análise de dados, recorreu-se a uma metodologia baseada na Grounded Theory, tendose isolado categorias relativas às infâncias dos participantes (homens e mulheres), e aos papéis parentais (pais e mães). Os resultados reafirmam os dados de estudos anteriores, de que o papel parental assume uma importância crucial para a definição pessoal dos pais. Relativamente à infância, identificam-se dois grupos, um grupo que conota a infância de forma positiva, e um grupo que conota a infância de uma forma negativa. A análise dos dados sugere que a percepção negativa da infância pode ser uma das causas desta centração nas funções parentais. Além disso, a existência de infâncias conotadas de forma positiva põe em evidência a presença de recursos e competências nas famílias pobres, que devem assim ser valorizados.
The present investigation aims to explore the relationship between the meanings associated with childhood and the representations of the parental role in poor families, based on the argument that the parental role has a major importance. Thus, to analyze the data, it was used a methodology based on Grounded Theory. Categories relative to participant childhood (men and women) and relative to parental role (mothers and fathers) were isolated. The results reaffirm data from earlier studies, which show that parental role has a major importance for the personal definition of the parents. Regarding to childhood, it has identified two groups, one that sees childhood in a positive way and one that sees childhood in a negative way. The data suggests that the negative perception of childhood may be one of the causes of the major importance given to parental role. Additionally, the existence of positive reports regarding childhood gives evidence to the presence of resources and competencies, in poor families, that must be valued.
Descrição: Tese de mestrado integrado em Psicologia (Psicologia Clínica e da Saúde/Núcleo de Psicologia Clínica Sistémica), apresentada à Universidade de Lisboa através da Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação, 2008
URI: http://hdl.handle.net/10451/756
Aparece nas colecções:FPCE - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
17290_Luis_Roxo_MIP.pdf178,65 kBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.