Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/7566
Título: António Sérgio e a ideia de Uno unificante:idealismo, metafísica e gnosiologia
Autor: Pinho, Romana Valente, 1976-
Orientador: Borges, Paulo Alexandre Esteves, 1959-
Palavras-chave: Sérgio, António, 1883-1969 - Filosofia
Teses de doutoramento - 2012
Data de Defesa: 2012
Resumo: António Sérgio e a ideia de Uno unificante: Idealismo, Metafísica e Gnosiologia é um estudo que se debruça sobre o pensamento gnosiológico, epistemológico e metafísico deste filósofo português. Partindo de uma análise exaustiva da sua biografia intelectual, visa-se discutir as raízes, os propósitos e os limites da filosofia sergiana. Deste modo, a reflexão que o autor apresenta acerca do idealismo crítico e do antiempirismo revela-se crucial para a compreensão das suas categorias do conhecimento e da sua concepção de gnosiologia enquanto ontologia. Esta discussão adensa-se, contudo, a partir do momento em que Sérgio não reduz a noção de Uno unificante a uma perspectiva gnosiológica e se mostra a favor da metafísica e do racionalismo místico. Mas tal inclinação não é desconcertante, já que, enquanto perpetuador das problemáticas filosóficas finisseculares e dos sonhos de civilização, democracia e cultura emergentes, nas primeiras décadas do século XX, de alguns dos filósofos e homens de estado europeus, António Sérgio é um filósofo simultaneamente espiritualista e criticista, um homem da Filosofia com amplo diálogo nas áreas da historiografia, da educação, da política, da economia e da religião. Em síntese, poder-se-á afirmar que o seu pensar filosófico não ficou à margem nem das suas profundas convicções doutrinárias nem da sua acção efectiva. A sua intervenção no grupo da Seara Nova e a sua actividade polemicante, por exemplo, não só revelam a sua conspiração teorética como um todo, bem como expõem a sua filosofia em estrito senso. O reverso também é verdadeiro, ou seja, a filosofia prática também está ao serviço da filosofia fundamental, a conduta moral também guia o sentido crítico e o pendor científico. Numa palavra, a proposta filosófica de António Sérgio deve ser interpretada à luz (ou por meio das luzes, ou por via dos iluminismos, passando os devidos pleonasmos) desses cambiantes conceituais.
António Sérgio and the idea of the unifying One: Idealism, Metaphysics and Gnosiology is a study which focus on understanding the gnosiological, epistemological and metaphysical thought of this Portuguese philosopher. Starting with a thorough analysis of Sérgio´s intellectual biography, this study aims to discuss the roots, purpose and limits of his philosophy. Therefore, the reflection the author presents on the critical idealism and anti-empiricism proves crucial to the understanding of his categories of knowledge and his conception of gnosiology as ontology. However, this discussion grows from the moment Sérgio doesn´t reduce the notion of the unifying One to a gnosiological perspective and declares himself in favour of metaphysics and mystic rationalism. Still, this inclination is not disconcerting since, as a perpetuator of the fin-desiècle philosophical problematics and the dreams of emerging civilization, democracy and culture, in the first decades of the 20th century, of some of the European philosophers and statesmen, António Sérgio is simultaneously a criticist and spiritualist philosopher. He is a man of philosophy with vast connection to various fields such as historiography, education, politics and religion. In short, one can say that Sérgio´s philosophical thought was imbued both with his deep doctrinal convictions and his effective action. His participation in the Seara Nova group and his polemic activity, for instance, reveal not only his theoretical conspiracy as a whole, but also exhibit his philosophy in strict sense. The opposite is also true, that is, the practical philosophy also serves the fundamental philosophy, the moral conduct also guides the critical sense and the scientific tendency. In a word, António Sérgio´s philosophical approach must be seen in the light ( or through the Enlightment, or by means of the illuminisms, pardon the pleonasms) of those changing concepts.
Descrição: Tese de doutoramento, Filosofia (Filosofia), Universidade de Lisboa, Faculdade de Letras, 2012
URI: http://hdl.handle.net/10451/7566
Aparece nas colecções:FL - Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulsd063395_td_capa.pdf52,18 kBAdobe PDFVer/Abrir
ulsd063395_td_tese.pdf2,3 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.