Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/7663
Título: Macroinvertebrados como bioindicadores da qualidade da água em rios do sul de Portugal
Autor: Silva, Marta Tomé Fèteira da Costa e, 1978-
Orientador: Magalhães, Maria Filomena, 1964-
Pires, Ana Maria
Palavras-chave: Macroinvertebrados
Bioindicadores
Qualidade da água
Ribeira de Odelouca - Portugal
Teses de mestrado - 2012
Data de Defesa: 2012
Resumo: Este estudo constitui uma análise preliminar do desempenho dos macroinvertebrados bentónicos na avaliação da qualidade ecológica da água em rios mediterrânicos. O trabalho foi desenvolvido na Bacia Hidrográfica da Ribeira de Odelouca (Algarve), em Maio de 2011. Os macroinvertebrados foram recolhidos em 13 locais, usando o método padronizado de “Kick netting” e identificados até à familia. Os locais selecionados apresentaram reduzida perturbação humana, e cobriram os três tipos de rios existentes na bacia. Para cada local, quantificaram-se a profundidade, largura máxima do troço, velocidade de corrente, percentagem de pedras, cascalho e areia, percentagem de macrófitos e limos, ensombramento, área de drenagem, e distância à foz. Na avaliação da qualidade da água utilizaram-se métricas de riqueza clássicas (número e densidade de taxa, diversidade de Shannon-Weanner, equitabilidade, número de famílias de Ephemeroptera, Plecoptera e Trichoptera), índices de qualidade clássicos (IBMWP e IASPT), e dois índices multimétricos recentemente desenvolvidos para os rios portugueses (IPtIN e IPtIS). A estrutura das comunidades de macroinvertebrados foi analisada através de Análise em Componentes Principais (PCA). A associação entre as métricas e com as variáveis de habitat foi avaliada utilizando o coeficiente de correlação de Pearson. No total foram amostrados 9183 indivíduos de 38 taxa. A estrutura das comunidades de macroinvertebrados variou espacialmente, em associação com as características naturais do habitat. As métricas de qualidade revelaram-se comparativamente estáveis e pouco associadas com a variação de habitat. Os índices IPtIN e IPtIS tiveram um desempenho particularmente bom, sendo menos flutuantes que o IBMWP e independentes das características de habitat analisadas. Estes resultados sugerem que os índices multimétricos podem ser particularmente adequados na avaliação de comunidades de macroinvertebrados bentónicos, sendo no entanto necessário pesquisar a sua capacidade de resposta a variáveis de perturbação, para determinar definitivamente a sua eficácia na avaliação do estado ecológico dos rios mediterrânicos.
This study includes a preliminary evaluation of bentic macroinvertebrates in assessing the ecological status of the water in Mediterranean streams. The study was conducted in the catchment of the Odelouca River (Algarve), in May 2011. Macroinvertebrates were collected at 13 sites, using standard kick netting methods, and identified to family. Selected sites showed reduced human perturbation and covered the three river types in the catchment. Habitat at each site was quantified using depth, maximum stream width, current velocity, percentage of rock, gravel and sand, percentage of macrophytes and algae, shade, drainage area, and distance to the stream mouth. Water quality was evaluated using classic richness metrics (density and number of taxa, Shannon-Weanner diversity, Evenness, and number of Ephemeroptera, Plecoptera and Trichoptera families), classic quality indices (IBMWP and IASPT), and two multimetric indices recently developed for Portuguese streams (IPtIN e IPtIS). The assemblage structure of macroinvertebrates was summarized using Principal Component Analysis (PCA). Associations between metrics and with habitat variables were assessed using the Pearson correlation coefficient. A total of 9183 organisms of 38 taxa were found. There was considerable spatial variation in assemblage structure, in association with habitat variables. Conversely, macroinvertebrate metrics were generally stable and little associated with natural habitat variation. The indices IPtIN and IPtIS performed particularly well, fluctuating less than the IBMWP and being largely independent of habitat characteristics. Taken together, these results suggest that multimetric indices may be the most adequate in evaluating macroinvertebrate assemblages, though further research on responsiveness to stressor-specific variables is needed, for a definitive evaluation of its effectiveness in ecological status classification in Mediterranean streams.
Descrição: Tese de mestrado. Biologia (Ecologia e Gestão Ambiental). Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências, 2012
URI: http://hdl.handle.net/10451/7663
Aparece nas colecções:FC - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfc099143_tm_marta_silva.pdf2,72 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.