Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/7809
Título: Cognitive Reflection Test e teorias dualistas no raciocínio e nas atitudes
Autor: Mendonça, Cristina Soares Pacheco
Orientador: Ferreira, Mário Augusto Boto, 1967-
Palavras-chave: Comparação social
Enviesamentos
Cognição social
Teses de mestrado - 2012
Data de Defesa: 2012
Resumo: As teorias dualistas têm vindo a postular dois tipos de processamento qualitativamente diferentes no julgamento e decisão em condições de incerteza, opondo uma componente automática e intuitiva a outra componente controlada e deliberada. Assim, o primeiro objectivo do presente estudo foi o de demonstrar que o papel do Cognitive Reflection Test (CRT; Frederick, 2005) na previsão da resolução de problemas da literatura de julgamento e decisão depende de uma maior mobilização da componente controlada, como medida através do Procedimento de Dissociação de Processos de Jacoby (1991). O segundo objectivo teve por base estudos que revelam a existência de um Bias Blind Spot (Pronin, Lin & Ross, 2002): uma propensão para aceitar a influência de enviesamentos nos outros mas negando a sua influência em si próprio. Entendeu-se que este efeito poderia envolver uma capacidade de ver os outros de forma mais realista e que esta capacidade de detecção de enviesamentos nos outros poderia trazer benefícios no desempenho cognitivo dos sujeitos que previssem o comportamento dos outros antes de tomarem a sua escolha. Os resultados foram satisfatórios para ambas as hipóteses. Como follow-up, foi sugerida uma investigação sobre o papel do CRT na área de formação e mudança de atitudes, onde as teorias dualistas têm sido também bem-sucedidas.
Dual process models hold the existence of two qualitatively different types of processing in judgment and decision-making under uncertainty, opposing an automatic and intuitive component against a controlled and deliberate component. As such, the objective of the current study was to demonstrate that the role of the Cognitive Reflection Test (CRT; Frederick, 2005) in the prediction of the solving of judgment and decision-making problems depends on higher use of the controlled component, as measured by Jacoby’s (1991) Process Dissociation Procedure. The second objective was based on studies that show the existence of a Bias Blind Spot (Pronin, Lin & Ross, 2002): a tendency to accept that others are biased, while maintaining a negation of bias in oneself. It was considered that this effect could be due to a capacity to see others in a more realistic way and that this capacity of bias detection in others could bring benefits to the cognitive performance of the subjects that predicted the behavior of others before making their own choice. The results were satisfactory to both hypotheses. An investigation of CRT's role in the subject of attitude formation and change, where dual process models have also been successful, was proposed as a follow-up.
Descrição: Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Cognição Social Aplicada), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2012
URI: http://hdl.handle.net/10451/7809
Aparece nas colecções:FP - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfpie043041_tm.pdf564,38 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.