Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação (FPCE) >
FPCE - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/784

Título: O brincar no contexto hospitalar : um olhar sobre os aspectos mediadores realizados por educadores em hospital oncológico em Portugal
Autor: Chaves, Fabiana Maria Roque, 1977-
Orientador: Amado, João da Silva, 1948-
Palavras-chave: Brinquedos
Mediação
Doença oncológica
Teses de mestrado - 2008
Issue Date: 2008
Resumo: A dissertação O brincar no contexto hospitalar: Um olhar sobre os aspectos mediadores realizados por educadores em hospital oncológico em Portugal , abarca o conjunto de actividades que emergem e se desenvolvem em ambiente hospitalar na tentativa de amenizar o stress e a rotina vividos pelas crianças neste contexto. O presente estudo tem por objectivo conhecer as estratégias de mediação informal usadas pelos educadores, assim como as principais competências que estes apresentam, focalizando o brincar como uma instância particularmente propícia a esse processo. Pretendeu-se, ainda, compreender o papel mediador do brinquedo e da brincadeira em contexto hospitalar.De modo a compreender esta problemática, recorreu-se a uma metodologia qualitativa, fazendo uso do estudo de caso do tipo etnográfico, e consequentes técnicas de entrevista e observações participantes das crianças na Sala Recreio. O estudo teve a duração de 7 meses, decorrendo de Dezembro de 2006 a Junho de 2007. As crianças observadas, num total de 29, pertenciam neste período ao sector de pediatria de um hospital oncológico de Lisboa onde se encontravam em tratamento.Os dados mostram que, quando deixadas com seus próprios recursos, essas crianças apresentam uma baixa disposição a entrar em brincadeiras colectivas e a compartilhar diálogos. No entanto, dependendo das formas de mediação dentro do grupo ou individualmente, elas podem envolver-se em situações imaginárias relativamente complexas, com características que sugerem contribuições para o desenvolvimento intelectual, na compreensão do contexto sócio-cultural, bem como para a emergência de elaborações criativas sobre o mundo, designadamente sobre a circunstância da sua situação de doença e sofrimento. Todavia, os dados revelam que estas crianças, tal como as outras, utilizam o brinquedo e a brincadeira não apenas com um sentido lúdico, mas como elo de ligação entre o seu quotidiano hospitalar e os contextos familiares e normais da sua vida.
The dissertation Playing in the context of a hospital: A look at the measures used by educators in Portuguese cancer treatment hospitals , is an account of the activities which have emerged and developed in the hospital environment that attempt to alleviate the stress and routine experienced by children in this situation. The object of the current study is to understand the informal strategies and measures used by the educators, alongside the skills they have gained, focusing on playing as a particularly advantageous instance in this process. The intention, still, is to understand the role of the mediator between the game and the player in the hospital context. In order to understand this problem, a qualitative methodology was applied to it, making use of the case study of an ethnographic type, and consequent interview and participant observational techniques to the children in the recreation room. The study had a duration of 7 months, running from December 2006 until June 2007. A total of 29 children were observed, all of whom were patients in the pediatric sector of a cancer treatment hospital in Lisbon, were they where undergoing treatment. The data shows that, when left to play on their own, these children had little enthusiasm to enter into collective games and shared dialogs. However, depending on the forms of mediation within the group or individually, they can involve themselves in relatively complex imaginary situations, with characteristics that suggest contributions towards intellectual development, in a socio-cultural context of understanding, as well as an emergence of creative elaborations about the world, specifically about the circumstance of their situation of illness and suffering. However, the data reveals that these children, just like others, use toys and the games not just with a playful purpose, but also as connecting link between daily life in the hospital and the family environment and normal contexts of their life.
Descrição: Tese de mestrado em Ciências da Educação (Teoria e Desenvolvimento Curricular - Mediação em Educação), apresentada à Universidade de Lisboa através da Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação, 2008
URI: http://sibul.reitoria.ul.pt/F/?func=item-global&doc_library=ULB01&type=03&doc_number=000545948
http://hdl.handle.net/10451/784
Appears in Collections:FPCE - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
17085_Documento1.pdf2,06 MBAdobe PDFView/Open
Restrict Access. You can request a copy!
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE