Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação (FPCE) >
FPCE - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/797

Título: Promoção de competências de coping em alunos do 3º ciclo : um estudo exploratório
Autor: Neves, Maria Cristina Garcia Sena, 1972-
Orientador: Pinto, Alexandra Marques, 1963-
Palavras-chave: Coping
Aprendizagem social
Teses de mestrado
Issue Date: 2008
Resumo: A forma como os adolescentes lidam com o stress é uma componente importante da sua saúde e bem-estar, com custos sociais e emocionais elevados (Lewis & Frydenberg, 2002). Vários problemas psicossociais que afectam os jovens, como o baixo desempenho académico e problemas de saúde, têm sido atribuídos parcialmente à incapacidade dos adolescentes utilizarem, adequadamente, estratégias de coping (Matheney et al., 1993). A literatura mostra que as competências de coping podem ser aprendidas e desenvolvidas (Frydenberg, 1996) e cada vez se dá mais atenção ao desenvolvimento de currículos escolares que promovam competências de coping, numa perspectiva de Aprendizagem Social e Emocional (CASEL, 2003). A implementação de programas, como o The Best of Coping (BOC) (Frydenberg & Brandon, 2007a/2007b), parece ser promissora na promoção destas competências. Este programa parece contribuir de forma significativa para a redução da utilização de estratégias de coping Não Produtivo (Frydenberg, 2004) e aumento de coping Produtivo (Huxley, Freeman & Frydenberg, 2004). A presente dissertação insere-se no âmbito do estudo do coping e contempla dois estudos. O primeiro compreende a tradução, adaptação, implementação e realização de uma avaliação exploratória (formativa e processual) do BOC. No segundo estudo, de preparação de instrumentos tendo em vista a futura avaliação de resultados do BOC, procede-se à tradução e estudo das características psicométricas do Adolescent Coping Scale (ACS) (Frydenberg & Lewis, 1993) e à construção de um Questionário de Coping Adolescente, com duas versões, a de Directores de Turma e a de Encarregados de Educação. Os resultados sugerem que o BOC é um programa teoricamente bem fundamentado e que cumpre os pressupostos doCASEL (2003), parecendo adequado para utilização em contexto escolar, com alunos do 3º ciclo do Ensino Básico. A versão portuguesa do ACS e o Questionário de Coping Adolescente mostraram ser instrumentos promissores para uma avaliação de resultados do BOC.
Strategies to deal with stress are an important factor for teenagers' physical well-being, with high emotional and social costs though (Lewis & Frydenberg, 2002). Several psychosocial problems affecting the younger, as low academic performance and healthissues, have been pointed out on teenagers' inability in using suitable coping strategies (Matheney et al., 1993). Literature has exposed that coping skills may be learned and developed (Frydenberg, 1996), and more attention has been given to the enhancement of school curriculums which promote coping skills, through the training approach of Social and Emotional Learning (Casel, 2003). The implementation of programs as The Best of Coping (BOC) (Frydenberg & Brandon, 2007a/2007b), shows great potential in promoting these skills. This program seems to achieve, significantly, the decrease of Non Productive coping strategies use (Frydenberg, 2004) and increase of the selection of Productive coping (Huxley, Freeman & Frydenberg, 2004). The present essay is inserted in the investigation scope of coping and presents two studies. The first one apprehends a translation, adjustment, implementation and execution ofan exploratory evaluation (both formative and process) of BOC. A translation and study of psychometrical characteristics of Adolescent Coping Scale (ACS) (Frydenberg & Lewis, 1993) is presented on the second study introducing instruments for the future evaluation of the BOC's outcome and the construction of two versions of an inquest on Adolescent Coping, the Teachers' form and the Parents' one.Outcomes suggest that BOC is a well structured theoretical program which follows the method of CASEL (2003), therefore seeming adequate to be used in school context on junior high school students. The Portuguese version of the ACS and Adolescent Coping Questionnaire have shown to be promising assets for a BOC outcome's evaluation.
Descrição: Tese de mestrado em Psicologia (Stress e Bem-Estar - Intervenção na Família, na Escola, e no Trabalho), apresentada à Universidade de Lisboa através da Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação, 2008
URI: http://sibul.reitoria.ul.pt/F/?func=item-global&doc_library=ULB01&type=03&doc_number=000545445
http://hdl.handle.net/10451/797
Appears in Collections:FPCE - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
17205_Dissertacao.pdf1,02 MBAdobe PDFView/Open
17206_ANEXOS_TESE.pdf616,15 kBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE