Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/8062
Título: Automonitorização e programação de contingências numa intervenção para perda de peso
Autor: Veiga, Luísa, 1961-
Orientador: Moniz, Luís Manuel Joyce, 1945-
Palavras-chave: Obesidade - prevenção e controlo
Perda de peso
Auto controlo
Teses de mestrado - 2012
Data de Defesa: 2012
Resumo: A presente investigação teve como objectivo principal contribuir para a melhor compreensão dos factores de adesão/sucesso a um tratamento para perda de peso, tendo por orientação o modelo construtivista-desenvolvimentista de Joyce-Moniz (1993) e uma intervenção cognitivo-comportamental. A amostra foi constituída por 35 jovens adultas com excesso de peso ou obesas que se voluntariaram para participar neste estudo cujo período de intervenção foi de 16 semanas. Como metodologia de intervenção foi utilizada a automonitorização com a utilização de auto-registos do peso, dos graus de controlabilidade e de tentação para a transgressão de comportamentos indesejados na perda de peso; e a programação de contingências com recurso a estratégias comportamentais para perda de peso. O programa consistiu em sessões individuais e na monitorização telefónica com a periodicidade bissemanal no primeiro mês de intervenção e semanal no restante. Para a análise desenvolvimentista foi utilizada uma entrevista semi-estruturada com as dimensões em estudo: causas, confronto, adesão, auto-controlo e vivência da doença. Da análise dos resultados concluiu-se que a maior eficácia da intervenção registada em termos de perda de peso está associada à: percepção de um maior grau de controlo por parte das intervenientes; e à utilização muito frequente da programação de contingências com especial relevância para a atenção à sensação de saciedade e a realização de exercício físico. A análise desenvolvimentista evidenciou que as metodologias comportamentais são eficazes em intervenções de perda de peso em indivíduos com significações de desenvolvimento do nível 2 para o confronto, adesão e auto-controlo. Em suma, esta análise desenvolvimentista contribuiu para evidenciar a necessidade de intervenções individuais, no tratamento da obesidade, com adequação das metodologias interventivas aos respectivos níveis de significação do indivíduo.
The main objective of this study was to contribute to a better understanding of the adherence/success of a weight-loss treatment, using a constructivist and developmental approach and a cognitive-behavioral intervention. The sample was constituted by 35 young female adults with overweight or obesity condition that volunteered to participate in a sixteen week intervention program. Intervention program consisted of individual sessions and telephone checking, twice a week in the first month and afterwards weekly until the end of the program. Auto monitoring of (1) controllability versus temptation to transgression, (2) controllability versus weight control, (3) temptation to transgression versus weight control; and behavioral strategies were used as intervention methodologies For developmental analysis a semi-structured interview was used. This interview focused on individual believes in five dimensions: cause, coping, adherence, self-control and the experience of the disease. Considering data analyses the intervention proved to be effective, in terms of weight loss, for the majority of the individuals. Better results were associated to: higher degree of perceived control; and higher frequency in the use of behavior contingencies strategies for weight control. The developmental analysis showed that behavioral methodologies were more effective in individuals that use level 2 of socio-cognitive developmental significations in the dimensions: auto-control, coping and adherence. Developmental analysis reinforced the need for an individual approach in the definition of obesity and weight control programs and that this programs should include individuals believes and socio-cognitive levels of significations
Descrição: Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia Clínica e da Saúde - Núcleo de Psicologia da Saúde e da Doença), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2012
URI: http://hdl.handle.net/10451/8062
Aparece nas colecções:FP - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfpie043054_tm.pdf2,85 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.