Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/8072
Título: A relação entre pensamentos automáticos, (des)ajustamento psicológico e (in)satisfação com a vida na adolescência
Autor: Fernandes, Pedro Miguel Junot Machado
Orientador: Sá, Maria Isabel Real Fernandes de, 1959-
Palavras-chave: Pensamento automático - psicologia
Ajustamento psicológico
Satisfação pessoal
Psicoterapia do adolescente
Teses de mestrado - 2012
Data de Defesa: 2012
Resumo: A presente investigação, numa amostra não clínica de adolescentes portugueses, tem como objetivos: (1) traduzir e adaptar para a Língua Portuguesa um instrumento de medida de pensamentos automáticos; (2) estudar as qualidades psicométricas das versões portuguesas de uma medida de ajustamento psicológico e de outra medida de satisfação com a vida; (3) estudar a relação entre os pensamentos automáticos, o ajustamento psicológico e a satisfação com a vida e (4) realizar um estudo desenvolvimentista, através da análise das possíveis diferenças entre as variáveis Grupo Etário e Sexo na frequência de determinadas cognições. Participaram no estudo 415 adolescentes com idades compreendidas entre os 12 e os 18 anos (205 do sexo masculino e 210 do sexo feminino). A recolha dos dados realizou-se mediante a aplicação de três questionários: a tradução do Children’s Automatic Thoughts Scale – Negative/Positive, o Questionário de Capacidades e de Dificuldades (SDQ) e a Escala de Satisfação com a Vida (ESV). Os resultados demonstram que o CATS-N/P poderá constituir, futuramente, uma ferramenta útil para a investigação de fatores cognitivos no desenvolvimento e na manutenção do desajustamento psicológico na adolescência. Relativamente ao SDQ, as propriedades psicométricas encontradas levantam algumas questões relativas à futura utilização do instrumento. O presente estudo reúne algumas evidências de que a presença de pensamentos automáticos adaptativos e não adaptativos se relaciona positiva ou negativamente com o ajustamento psicológico e com a satisfação com a vida. Por fim, os resultados apontam para a existência de diferenças entre os sexos quanto ao conteúdo dos pensamentos automáticos. Em suma, o presente estudo sugere que os pensamentos automáticos possam constituir um fator indicador do ajustamento psicológico do indivíduo.
This research, based in a non-clinic population sample of Portuguese adolescents, has four aims: (1) to translate and adapt to the Portuguese Language a measuring instrument of automatic thoughts, (2) to evaluate the psychometric qualities of the Portuguese versions of psychological adjustment measure and life satisfaction measure, (3) to study the relation between automatic thoughts, psychological adjustment and life satisfaction, and (4) to perform a developmental study by analyzing the possible differences between age group and gender parameters in the frequency of certain cognitions. In this study there were involved 415 adolescents with ages between 12 and 18 years old (205 males and 210 females). The data collection was performed with the application of three questionnaires: the translation into Portuguese of Children’s Automatic Thoughts Scale – Negative/Positive (CATS-N/P), Portuguese version of the Strengths and Difficulties Questionnaire (SDQ) and Portuguese version of the Satisfaction with Life Scale. The results obtained show that CATS-N/P may be, in the future, an important investigation tool of cognition factors in the development and maintenance of the psychological disadjustment on adolescents. Regarding SDQ, the psychometric properties found create some questions about using this instrument in the future. The present study also gathers some evidence that the presence of adaptive and dysfunctional automatic thoughts is related, positively or negatively, with the psychological adjustment and life satisfaction. Finally, the results point to the existence of differences between genders in what regards to the content of automatic thoughts. In conclusion, this study suggests that automatic thoughts might be an indicator factor of an individual psychological adjustment.
Descrição: Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia Clínica e da Saúde - Núcleo de Psicoterapia Cognitivo-Comportamental e Integrativa), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2012
URI: http://hdl.handle.net/10451/8072
Aparece nas colecções:FP - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfpie043065_tm.pdf1,46 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.