Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/8077
Título: Qualidade de vida no trabalho e satisfação profissional : estudo exploratório sobre a importãncia da idade e dos anos de permanência na organização numa amostra de colaboradores do sector do call center
Autor: Brandão, Liliana Raquel Araújo
Orientador: Rafael, Manuel, 1962-
Palavras-chave: Qualidade de vida - trabalho
Satisfação profissional
Call centers
Teses de mestrado - 2012
Data de Defesa: 2012
Resumo: A Qualidade de Vida no Trabalho (QVT) é um tema que tem vindo a ganhar cada vez mais importância no contexto organizacional. Partindo deste pressuposto, o presente trabalho tem como objectivo o estudo da relação entre a frequência de ocorrência de QVT e a Satisfação Profissional, bem como a importância da idade e dos anos de permanência na organização para ambas as variáveis, numa amostra de colaboradores do sector do call center. Os call centers são um fenómeno recente que tem emergido na economia portuguesa ao longo dos últimos anos, e emprega uma vasta camada populacional, sobretudo estudantil ou isenta da possibilidade de recurso a outro meio de inserção no mercado de trabalho e/ou subsistência. Esta investigação pretende contribuir para um melhor conhecimento desta actividade profissional, porque, embora se verifique o crescimento deste sector, constata-se uma grande escassez de estudos sobre o grupo profissional dos call centers. Os dados utilizados neste estudo resultam da aplicação do Inventário de Qualidade de Vida no Trabalho (Rafael & Lima, 2011) e dos itens da escala de Satisfação Profissional (Rafael & Lima, 2011), a uma amostra de 60 colaboradores. Os resultados obtidos parecem demonstrar que o aumento da frequência da QVT contribui para o aumento da Satisfação Profissional, ao apresentarem uma correlação positiva e significativa. Encontraram-se, também, diferenças entre a idade na QVT relativamente à dimensão “Relações Sociais e Justiça no Trabalho”, sugerindo que indivíduos com idades superiores a 26 anos percepcionam maior frequência de ocorrência de QVT do que os indivíduos com idades até aos 26 anos. Estes resultados destacam a importância e a necessidade da implementação de práticas de desenvolvimento de recursos humanos que possam contribuir para a melhoria e a optimização do nível de QVT, e, consequentemente, do grau de satisfação profissional dos colaboradores.
The Quality of Work Life (QWL) is a subject that has gained increasing importance in the organizational context. Under this assumption, the goal of the present investigation is to analyze the relationship between the frequency of occurrence of QWL and Job Satisfaction, as well as the importance of age and organizational tenure on the perception of both variables frequency, in a sample of employees of the call center sector. Call centers are a recent phenomenon, which has been emerging on the Portuguese economy only for the past few years, and responsible for the employment of a vast population, especially students or people with no other opportunities to enter the labor market and/or have no other way of subsistence. This research aims to contribute to a better understanding of this occupation, because, although there is growth in this sector, the lack of research and documentation about call center’s professionals has become noticed. This research data was gathered through the application of the QWL Inventory (Rafael & Lima, 2011) and the items of the Job Satisfaction Scale (Rafael & Lima, 2011), using a sample of 60 employees. The results show that the increase of frequency of the QWL contributes to the increase of Job Satisfaction, since it presents a significant and positive correlation. There are also found age differences at the level of QWL in the “Social Relations and Justice in the Workplace” dimension, demonstrating that individuals aged over 26 years perceive higher frequency of occurrence of QWL than individuals aged up to 26 years. These results highlight the importance and the need to implement practices of human resources development that can contribute to the improvement and optimization of the level of QWL, and consequently the degree of job satisfaction of the employees.
Descrição: Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia dos Recursos Humanos, do Trabalho e das Organizações), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2012
URI: http://hdl.handle.net/10451/8077
Aparece nas colecções:FP - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfpie043073_tm.pdf252,33 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.