Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/8099
Título: Significados e contribuições dos avós para o desenvolvimento psicossocial dos jovens : estudo exploratório com alunos do 2º ciclo do ensino básico
Autor: Durão, Mário Carlos Marques, 1981-
Orientador: Carvalho, Carolina, 1960-
Palavras-chave: Avós e netos
Desenvolvimento psicossocial
Teses de mestrado - 2012
Data de Defesa: 2012
Resumo: A investigação recente diz-nos que os avós são, depois dos pais, responsáveis pela socialização das crianças, pelo que tendem a contribuir de forma positiva para o seu desenvolvimento e que o papel dos avós na educação dos netos é um dos reflexos das mudanças estruturais a que a família tem sido sujeita, atingindo um patamar em que muitas vezes substituem os pais, no que diz respeito à educação e prestação de cuidados aos netos, sobretudo quando ambos os pais estão fora de casa. Este estudo teve como objetivo geral analisar os contributos dos avós no desenvolvimento psicossocial dos jovens e verificar em que aspetos se manifesta. A amostra é constituída por 219 jovens que frequentam uma escola do 2º e 3ºciclos, situada num bairro de autoconstrução, num concelho limítrofe do distrito de Lisboa. Pretendeu-se clarificar como é que os avós contribuem para a formação pessoal e social dos jovens e se se verificam diferenças entre jovens que têm e convivem com os avós e aqueles que não têm avós e, por isso, não convivem com eles (ou têm mas não convivem). Além disso quis-se mostrar as representações que os netos têm dos avós, bem como a forma como as relações intergeracionais podem ser diferentes em função do género, sabendo à partida que as avós são aquelas que mais interagem com os netos e que mais colaboram nas tarefas que, direta ou indiretamente, se repercutem no desenvolvimento e na formação pessoal e social dos netos. Utilizou-se uma abordagem quantitativa, em concreto um inquérito por questionário, com 11 Escalas tipo Likert, com o objetivo de avaliar a prestação de cuidados de avós a netos. Apontam-se como principais resultados o facto de as avós, sobretudo as avós maternas, surgirem não só como as figuras que mais cuidados prestam aos jovens, como estas serem aquelas que mais horas passam com os netos. Destaca-se o facto de os jovens deste estudo terem representações positivas sobre os avós, reconhecendo-lhes importância na prestação de cuidados e pelas interações reconhecendo a sua importância para o desenvolvimento dos netos, o que se repercute no seu bem-estar físico e psicológico. Verificou-se que os avós prestam cuidados aos netos nas várias áreas das atividades de vida diárias, como é o caso da alimentação, das situações de doença, na ocupação dos tempos livres e da disciplina, apresentando-se como figuras de referência em matéria de valores, de afetos e de prestação de cuidados. Parecem, então, ser bastante positivas as consequências da interação entre estas duas gerações, devendo manter-se, promover-se e estimular-se mais os contactos intergeracionais já que, de acordo com os resultados, a prestação de cuidados e o convívio trazem benefícios para ambos os intervenientes.
Recent research tells us that grandparents are, after the parents, responsible for socializing children, so they tend to contribute positively to children's development and that the role of grandparents in raising grandchildren is a reflection of structural changes subjected by families, reaching a level in which they often replace the parents, in regard to education and healthcare of the grandchildren, especially when both parents are away from home. This study aimed to analyse the contributions of grandparents in the psychosocial development of young people and see in which aspects it manifests. The sample consisted of 219 children who attend school from the 5th to the 9th grades, located in a self-built neighbourhood, a bordering municipality in the district of Lisbon. Our intention was to clarify how grandparents contribute to personal and social education of young people and whether there are differences between young people who have and live with grandparents and those who do not have grandparents and therefore do not live with them (or they have but are not living with them). Furthermore, we wanted to show the representations that grandchildren have of their grandparents, as well as how intergenerational relations may differ by gender, knowing in advance that the grandmothers are the ones who interact most with their grandchildren and that further assist in tasks that directly or indirectly have an impact on development and personal and social education of their grandchildren. We used a quantitative approach, specifically a questionnaire with 11 Likert scales, divided into eleven items, with the aim of evaluating the care of grandparents to grandchildren. We point as main results the fact that grandparents, especially grandmothers, may arise not only as the providing figures that care the most about young people but also as the ones who spend more hours with their grandchildren. The main results highlight the fact that young people have positive representations about the grandparents, recognizing their importance in the care and in the interactions, recognizing their importance in his development, with consequent effects on their physical and psychological well-being. We concluded on positive representations of the elderly, verifying that grandparents provide care for grandchildren in several areas of activities of daily living, which is the case of nourishment, disease situations, in leisure and discipline, presenting themselves as reference figures for values of affection and care. It seems, then, that the consequences of the interaction between these two generations are very positive, and the intergenerational contacts should be maintained, promoted and encouraged to increase since, according to the results, the care and familiarity benefit both groups.
Descrição: Tese de mestrado, Educação (Formação Pessoal e Social), Universidade de Lisboa, Instituto de Educação, 2012
URI: http://hdl.handle.net/10451/8099
Aparece nas colecções:IE - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfpie043112_tm.pdf1,77 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.