Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/8109
Título: Perceções dos educadores de infância acerca dos comportamentos de autorregulação das crianças
Autor: Fernandes, Ana Luísa Alves Vilhena, 1987-
Orientador: Veiga, Feliciano
Palavras-chave: Educadores de infância
Auto-regulação
Comportamento infantil
Teses de mestrado - 2012
Data de Defesa: 2012
Resumo: Neste estudo pretendeu-se averiguar as perceções dos educadores de infância relativamente à autorregulação das crianças, em função de variáveis específicas. Foi utilizada a Escala de Comportamentos de Autorregulação em Jardim-de-Infância (ECA) e a Escala de Comportamentos de Agressão entre Pares (CTA). Procedeu-se à adaptação para o contexto português da escala de comportamentos de autorregulação em crianças de jardim-de-infância, a “Teacher ratings of behavioral self-regulation in preschool children”, de Olson e Kashiwagi (2000), que apresentou bons índices de consistência interna e validade externa (Veiga e Fernandes, 2012). Foi solicitada a autorização às direções dos jardins-de-infância para a aplicação dos instrumentos; os educadores de infância foram contactados e procedeu-se à distribuição dos inquéritos. Trinta educadoras de infância classificaram 557 crianças, com idades entre os três os sete anos de idade, 269 do género masculino e 288 do género feminino. Analisou-se a distribuição das crianças em função da sua autorregulação elevada ou baixa, a frequência dos comportamentos de autorregulação em função do género e da idade das crianças e a correlação entre a autorregulação e a agressividade entre pares. Observou-se que a maioria das crianças já apresenta elevados níveis de autorregulação, que as diferenças de autorregulação entre géneros não foram muito significativas, que as diferenças de autorregulação entre idades são significativas, sendo mais elevadas nas crianças entre os cinco e os sete anos do que nas crianças entre os três e os quatro anos e que quanto maior é o nível de autorregulação das crianças, menos são os casos de agressividade entre pares. Os resultados sugerem o aprofundamento em posteriores estudos, com novas variáveis e amostras mais diferenciadas.
In this study, there was an attempt to investigate the kindergarten teachers’ perceptions about the children self-regulation, depending on specific variables. There were used the Escala de Comportamentos de Autorregulação em Jardim-de-Infância (ECA) and the Escala de Comportamentos de Agressão entre Pares (CTA). We adapted a self-regulation behavior scale in kindergarten children to the Portuguese context, the “Teacher ratings of behavioral self-regulation in preschool children”, by Olson and Kashiwagi (2000), which presented good internal consistency and external validity (Veiga e Fernandes, 2012). It was requested the authorization to the kindergartens principal's offices to apply the instruments; the kindergarten teachers were contacted and the surveys were distributed. Thirty kindergarten teachers classified 557 children, aged between three and seven years old, 269 of the male gender and 288 of the female gender. We analyzed the distribution of the children according to their high or low selfregulation, the frequency of the behaviors by the children gender and age and the correlation between self-regulation and peer agression. We observed that most children shows a high level of self-regulation, that differences of self-regulation between genders are not significant, that differences of self-regulation between ages are significant, being higher in children between five and seven years old than in children between three and four years old and that the higher is the children’s self-regulation, less are the cares of peer agression. The results suggested the need of going deeper in subsequent studies, with new variables and more differentiated samples.
Descrição: Tese de mestrado, Educação (Formação Pessoal e Social), Universidade de Lisboa, Instituto de Educação, 2012
URI: http://hdl.handle.net/10451/8109
Aparece nas colecções:IE - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfpie043106_tm.pdf1,09 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.