Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação (FPCE) >
FPCE - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/811

Título: A inovação como mediadora da relação entre trabalho em equipa e bem-estar em equipas de saúde
Autor: Almeida, Lília Maria Evans de, 1963-
Orientador: Curral, Luís, 1963-
Palavras-chave: Stress e Bem-Estar
Bem-estar profissional
Trabalho de equipa
Teses de mestrado
Issue Date: 2008
Resumo: Esta tese examina as relações entre trabalho em equipa, bem-estar e inovação em equipas de saúde. Através de um estudo transversal investigou-se se a inovação exerce um efeito de mediação na relação entre trabalho em equipa e bem-estar e, se o processo de inovação influencia a percepção de bem-estar dos membros das equipas. Os resultados obtidos (N=113) mostram a existência de uma mediação parcial da inovação na relação entre trabalho em equipa e bem-estar, sendo o bem-estar percebido pelos membros das equipas influenciado pela fase de inovação em que a equipa se encontra. Estes achados sugerem que os membros das equipas mais inovadoras tendem a percepcionar mais bem-estar que os membros das equipas menos inovadoras, e que a percepção de bem-estar individual depende da fase do processo de inovação em que a equipa se encontra.
This thesis investigates the relationship between teamwork, well-being and innovation in health care teams. A cross-sectional study investigated if innovation as a mediation effect on the relationship between teamwork and well-being and if team members' perception of well-being is influenced by innovation process. Results (N=113) show the existence of a partial mediation effect exerted by innovation on the relationship between teamwork and wellbeing, while well-being perceived by team members is influenced by innovation phase status of the team. These findings suggest that members of more innovative teams tend to perceive more well-being than members of less innovative teams, and that individual well-being perception depends on the innovation process phase in which team is stated.
Descrição: Tese de mestrado em Psicologia (Área de especialização em Stress e Bem-Estar), apresentada à Universidade de Lisboa, através da Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação, 2008
URI: http://hdl.handle.net/10451/811
Appears in Collections:FPCE - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
16420_Disserta00E700E3o_de_Mestrado_-_L00EDlia_de_Almeida.pdf780,35 kBAdobe PDFView/Open
Restrict Access. You can request a copy!
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia