Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/8116
Título: Comportamentos e competências que mães brasileiras de meios socioeconómicos diferentes desejam para os seus filhos
Autor: Lucrécio, Adriana Facca de Castro Pereira Neutel, 1973-
Orientador: Marchand, Helena d'Orey, 1948-
Palavras-chave: Desenvolvimento infantil
Parentalidade
Estratos sociais
Teses de mestrado - 2012
Data de Defesa: 2012
Resumo: O objectivo central do nosso estudo foi identificar os comportamentos que mães brasileiras, com níveis socioeconómicos diversificados, gostariam que os seus filhos tivessem enquanto crianças e as competências que esperam que desenvolvessem para virem a ser adultos de sucesso. Os objectivos específicos foram (1) identificar os comportamentos e competências mais valorizados pelas mães brasileiras de dois meios socioculturais diferentes em relação aos seus filhos e (2) verificar se esses comportamentos e competências variam em função do nível socioeconómico das mães. A amostra foi constituída por 20 mães brasileiras, 10 de extracto socioeconómico elevado (grupo 1) e 10 de extracto socioeconómico baixo (grupo 2), com filhos com idades compreendidas entre os 3 e os 7 anos, a frequentarem instituições escolares diferentes - uma comunidade educativa privada (grupo 1) situada na cidade de Vinhedo, São Paulo, Brasil, fundada em 2002, com o objectivo explícito de formar naquela região os líderes do amanhã, com traços de carácter imprescindíveis a uma personalidade ética, responsável e construtiva e uma creche (grupo 2) situada na cidade de Santos, São Paulo, Brasil, fundada em 1971, com a principal finalidade de dar assistência às crianças pobres dos bairros da periferia, e que mantém até os dias actuais o objectivo de propiciar o desenvolvimento integral da criança, nos aspectos da cognição e afectividade, além do desenvolvimento intelectual e a formação do “eu”. A todas as participantes foram aplicados os seguintes instrumentos de recolhas de dados: ficha de caracterização do agregado familiar; lista de comportamentos, adaptada de Kohn (1977) e Tudge et al. (1999); e questões abertas sobre os comportamentos e competências que gostariam que os seus filhos tivessem enquanto crianças e como adultos. Os resultados mostraram semelhanças e diferenças nas valorizações das participantes. Contrariamente aos resultados de investigações internacionais sobre o mesmo tema, as participantes de extracto socioeconómico alto, nas questões referentes às relações dos filhos com os pais e os professores, valorizaram mais a Conformidade do que as participantes de extracto socioeconómico baixo. A discrepância nos resultados poderá decorrer de opções de natureza ideológica, espiritual e educativa.
The main objective of our study was identifying how Brazilian mothers, from diversified socioeconomic levels, would like their children to behave during childhood and what abilities they wish their children to develop in order to become successful adults. The specific objectives were (1) identifying the behaviors and abilities, respecting to their children, that Brazilian mothers from two different sociocultural environments prize the most, and (2) verifying whether these behaviors and abilities change, according to the mothers’socioeconomic level. The sample was composed of 20 Brazilian mothers, 10 from high socioeconomic level (group 1), and 10 from low socioeconomic level (group 2). Their children are between 3 and 7 years old, attending to different educational institutions. The first one, a private educative community (group 1), located in Vinhedo, São Paulo, Brazil, founded in 2002, with the explicit objective of forming, in that region, tomorrow leaders with the indispensable character traits for an ethical, responsible and constructive personality; the second one, a day nursery (group 2), located in Santos, São Paulo, Brazil, founded in 1971, with the main purpose of assisting the poor children of the suburbs, and which still keeps the objective of promoting the child’s whole development, concerning the cognition and affectivity, as well as the intellectual development and the formation of “ego”. To all participants, the following instruments of data gathering have been applied: characterization sheet for the family aggregate; list of behaviors, adapted from Kohn (1977) and Tudge et al. (1999); and open questions about the behaviors and abilities they would like their children to have, while in childhood and when they become adults. The results showed similarities and differences in the participants’ prizing. Oppositely to the results of international researches on the same subject, the participants from high socioeconomic level, in questions referring to the relationship between children and their parents and teachers, prized the Conformity more than the participants from low socioeconomic level. This divergence on results may be originated by options of ideologic, spiritual and educational nature.
Descrição: Tese de mestrado, Ciências da Educação (Educação Intercultural), Universidade de Lisboa, Instituto de Educação, 2012
URI: http://hdl.handle.net/10451/8116
Aparece nas colecções:IE - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfpie043197_tm.pdf3,25 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.