Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/8127
Título: Crenças, conhecimentos e atitudes de crianças pré-escolares acerca da saúde oral
Autor: Ferreira, Rita Sofia Louro
Orientador: Barros, Maria Luísa, 1957-
Goes, Ana Rita
Palavras-chave: Crianças em idade pré-escolar
Saúde oral
Promoção da saúde
Teses de mestrado - 2012
Data de Defesa: 2012
Resumo: O presente estudo pretende descrever os conhecimentos, crenças, comportamentos e atitudes de crianças em idade pré-escolar em relação à sua saúde oral, nomeadamente em relação à alimentação, à escovagem e à importância da saúde oral.Participaram no estudo 36 crianças com idades entre os 3 e o 6 anos, que responderam a uma entrevista apoiada pela técnica drawandtell, por tarefas lúdicas, escalas subjectivas e associação de ideias.As crianças apontaram a escovagem dos dentes, e o consumo de alimentos como os principais factores que contribuem para a saúde oral, e efeitos na saúde como as principais consequências de não os levar a cabo. As crianças tiveram também facilidade em classificar alimentos saudáveis, mas dificuldades em classificar bebidas açucaradas como não-saudáveis. A maioria das crianças escova os dentes na frequência e alturas recomendadas, e indicam sentimentos positivos em relação à escovagem. A indicação de sentimentos positivos em relação à escovagem mostrou-se positiva e significativamente associada com uma elevada frequência de escovagem, e escovagem nas alturas e frequência recomendadas. Estes resultados apoiam a necessidade de os programas de promoção de saúde oral infantil incluírem informação mais completa acerca de bebidas açucaradas como os sumos de fruta de forma a promoverem o desenvolvimento de crenças mais adequadas acerca da sua influência na saúde oral, e de incluírem estratégias com as quais os pais motivem as crianças para diminuir o adiamento da escovagem por parte destas.
The present study aims to describe the knowledge, beliefs, behaviors and attitudes of pre-school children regarding their oral health, particularly in relation to food, toothbrushing and the importance of oral health.36 children aged between 3 and 6 years answered to an interview supported by the draw and write technique, recreational tasks, subjective scales and ideas association.Children pointed toothbrushing and food consumption as the main factors that contribute to oral health and health effects as the main consequences of failing to pursue them.The children had little difficulty in classifying healthy foods, but difficulties in classifying sugary drinks as unhealthy. Most children brush their teeth at the recommended time and frequency, and indicate positive feelings regarding toothbrushing. The indication of positive feelings regarding toothbrushing was positive and significantly associated with high brushing frequency, and brushing at the recommended time and frequency.These findings support the need for child oral health promotion programs to include more complete information regarding sugary drinks such as fruit juices, in order to promote the development of more appropriate beliefs about their influence over oral health, and the need to include strategies with which the parents could motivate children to decrease the postponement of brushing by them.
Descrição: Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia Clínica e da Saúde - Núcleo de Psicologia da Saúde e da Doença), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2012
URI: http://hdl.handle.net/10451/8127
Aparece nas colecções:FP - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfpie043188_tm.pdf746,32 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.