Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/8129
Título: A relação entre os pensamentos automáticos e o ajustamento psicológico na adolescência
Autor: Cunha, Andreia Sofia Marques Melrinho
Orientador: Sá, Maria Isabel Real Fernandes de, 1959-
Palavras-chave: Pensamento automático - psicologia
Ajustamento psicológico
Psicologia do adolescente
Teses de mestrado - 2012
Data de Defesa: 2012
Resumo: O ajustamento psicológico carateriza-se pela capacidade do indivíduo para satisfazer as suas próprias necessidades e para corresponder às exigências do meio. É o resultado integrado entre a competência psicológica/bem-estar e a competência social. As competências cognitivas, comportamentais, emocionais e motivacionais têm um papel relevante ao longo do desenvolvimento e contribuem para a sua qualidade. O presente estudo tem como objetivo geral contribuir para a melhoria da avaliação psicológica na população portuguesa e especificamente na população infanto-juvenil. Como objetivos específicos, pretende-se aumentar a compreensão da utilização de múltiplos informantes, identificar relações significativas entre os pensamentos automáticos e o ajustamento psicológico e compreender a influência das variáveis desenvolvimentistas nos pensamentos automáticos e no ajustamento psicológico. A população do estudo foi constituída por uma amostra final de 415 adolescentes sem psicopatologias identificadas e por 279 cuidadores. A recolha dos dados realizou-se mediante a aplicação de três instrumentos de medida: primeira versão experimental do Children’s Automatic Thoughts Scale Negative/Positive (CATS-N/P), Questionário de Capacidades e Dificuldades - Versão de Autorrelato (SDQ- Autorrelato) e Questionário de Capacidades e Dificuldades - Versão de Pais (SDQ- Pais). Os resultados evidenciaram que o CATS-N/P poderá constituir, no futuro, um instrumento útil para a avaliação das cognições no desajustamento psicológico. Relativamente ao SDQ, e apesar das limitações encontradas, verificou-se que este poderá constituir um primeiro indicador de ajustamento psicológico aquando a avaliação de múltiplos informantes. No que se refere aos objetivos específicos, foi possível verificar a existência de correlações entre os adolescentes e os cuidadores, reunir evidências da relação entre os pensamentos automáticos adaptativos e não adaptativos e a qualidade do ajustamento psicológico e ainda identificar diferenças desenvolvimentistas nos pensamentos automáticos e no ajustamento psicológico.
The psychological adjustment is characterized by the individual’s ability to satisfy its own needs and to correspond to the expectations of the environment. It’s the integrated result of the psychological competence/well-being and social competence. The cognitive skills/capacities, behavioural, emotional and motivational play a relevant role during the development and contribute for its quality. This study has the general aim of helping to improve the psychological evaluation in the Portuguese population and specially in the infant-juvenal population. As specific goal, we aim to increase the comprehension of the use of multiple informants, identify significant relations between automatic thoughts and psychological adjustment and understand the influence of development variables in automatic thoughts in psychological adjustment. The target population is a final sample of 415 adolescents without identified psychopathologies and by 279 caretakers. The data collection was done according to the application of three measurement instruments: the first experimental version of Children’s Automatic Thoughts Scale Negative/Positive (CATS-N/P), Strengths and Difficulties Questionnaire – self-report version (SDQ-self-report) and Strengths and Difficulties Questionnaire – Parent’s version (SDQ- Parent’s). The results show clearly that CATS-N/P can be, in the future, a useful instrument to evaluate cognitions in psychological adjustment. In what SDQ concerns, and despite the limitations found, it was verified that this can be the first indicator of psychological adjustment when there is an evaluation of multiple informants. Concerning specific aims, it was possible to verify the existence of correlations between teenagers and caretakers, to gather evidence of the relation between positive and negative automatic thoughts and the quality of the psychological adjustment and also to identify development differences in automatic thoughts and psychological adjustment.
Descrição: Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia Clínica e da Saúde - Núcleo de Psicoterapia Cognitivo-Comportamental e Integrativa), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2012
URI: http://hdl.handle.net/10451/8129
Aparece nas colecções:FP - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfpie043204_tm.pdf1,53 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.