Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/8181
Título: Investimento corporal na adolescência e perceção dos comportamentos parentais
Autor: Caldeira, Mariana Zany Pampulim Sezinando
Orientador: Biscaia, Constança
Palavras-chave: Psicologia do adolescente
Parentalidade
Imagem corporal
Teses de mestrado - 2012
Data de Defesa: 2012
Resumo: O objetivo deste estudo centra-se na compreensão das relações entre o investimento corporal, as representações dos comportamentos parentais e alguns dados sociodemográficos. O estudo pretende, ainda, avaliar o impacto da presença de doenças crónicas e da prática de exercício físico no investimento corporal dos adolescentes. Os instrumentos utilizados neste estudo foram a EIC (Escala de Investimento Corporal) e o EMBU-A (A Parental Rearing Style Questionnaire for use with Adolescents), bem como um questionário sociodemográfico. O estudo abrangeu 277 adolescentes dos 13 aos 17 anos, de ambos os sexos. Com recurso ao programa estatístico IBM SPSS Statistics 19 obtiveram-se resultados significativos. No que respeita à relação entre o investimento corporal e os comportamentos parentais verificou-se que: quanto maiores o suporte emocional materno e paterno, maior é o investimento relativamente aos sentimentos e atitudes em relação ao corpo; e quanto maiores a sobreproteção materna e paterna, menor é o investimento no cuidado corporal. Relativamente ao investimento corporal concluiu-se que: existe uma maior preocupação relativamente ao cuidado corporal e uma maior dificuldade quanto ao bem-estar no contacto físico; os rapazes sentem-se bem com os seus corpos; quanto maior a prática de exercício físico, maior é o bem-estar no contacto físico; e a presença de doenças crónicas não tem qualquer relação com o investimento corporal dos adolescentes. Quanto aos comportamentos parentais observou-se que: os adolescentes têm uma maior perceção da rejeição dos pais do que do seu suporte emocional; as dimensões paternas relativamente ao suporte emocional, sobreproteção e rejeição têm maior impacto nos filhos do que as dimensões maternas; e os adolescentes mais velhos têm uma maior perceção da sobreproteção dos pais. Concluindo, este estudo contribuiu para o aumento do conhecimento sobre o impacto que a perceção dos comportamentos parentais tem no investimento corporal dos adolescentes.
The goal of these study focuses on understanding the relationship between body investment, the representations of parenting behaviors and some sociodemographic data. The study will also assess the impact of the presence of chronic illnesses and physical activity in body investment of adolescents. The instruments used in this study were EIC (Body Investment Scale) and EMBU-A (A Parental Rearing Style Questionnaire for use with Adolescents) and a sociodemographic questionnaire. The study included 277 adolescents from 13 to 17 years, of both sexes. Using the statistical program IBM SPSS Statistics 19 significant results were obtained. Regarding the relationship between the body investment and parenting behaviors it was found that: the higher the maternal and paternal emotional support, the greater the investment in relation to feelings and attitudes toward the body; and the higher the maternal and paternal overprotection, the lower the investment in body care. Regarding the body investment it was concluded that: there is greater concern over body care and greater difficulty over well-being in physical contact; boys feel good about their bodies; the greater the physical activity, the greater well-being in physical contact; and the presence of chronic diseases has no connection with the body investment of teenagers. Regarding parental behaviors it was observed that: adolescents have a higher perception of parental rejection than their emotional support; the paternal dimensions relative to the emotional support, overprotection and rejection have a greater impact on adolescents than the maternal dimensions; and older adolescents have a higher perception of parental overprotection. In conclusion, this study has contributed to increased knowledge about the impact the perception of parental behaviors have on the body investment of adolescents.
Descrição: Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia Clínica e da Saúde - Núcleo de Psicologia Clínica Dinâmica), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2012
URI: http://hdl.handle.net/10451/8181
Aparece nas colecções:FP - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfpie043207_tm.pdf1,21 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.