Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/8185
Título: O adolescente e o seu ambiente : interrelações da religiosidade, da satisfação com a vida, da sintomatologia depressiva-ansiosa e do ambiente familiar
Autor: Rocha, Inês Xavier da
Orientador: Francisco, Rita Mafalda Costa, 1981-
Palavras-chave: Psicologia do adolescente
Ambiente familiar
Depressão (psicologia)
Religiosidade
Teses de mestrado - 2012
Data de Defesa: 2012
Resumo: Este estudo foi desenvolvido no sentido de explorar as relações entre fatores individuais – religiosidade, satisfação com a vida e sintomatologia depressiva-ansiosa -- e fatores familiares – coesão, expressividade e conflito – em adolescentes, averiguando possíveis diferenças entre adolescentes de famílias nucleares intactas e de famílias de coabitação monoparental. Foram avaliados 328 adolescentes, com idades compreendidas entre 14 e 20 anos, estudantes do ensino secundário na zona da Grande Lisboa. O protocolo de investigação utilizado incluiu um questionário sociodemográfico, uma escala de Satisfação com a Vida (Diener, Emmons, Larsen, & Griffin, 1985), uma escala de Ansiedade e Depressão Hospitalar (Snaith & Zigmond, 1994) e os itens da dimensão relacional da escala de Ambiente Familiar (Moos & Moos, 1986). Os resultados refletem maiores níveis de coesão familiar em adolescentes de famílias nucleares intactas e maiores níveis de expressividade familiar em adolescentes de famílias de coabitação monoparental. Estes resultados evidenciam também uma correlação negativa entre a satisfação com a vida e sintomatologia depressiva-ansiosa, uma relação positiva entre a depressão e o conflito familiar, em adolescentes. Observou-se uma relação positiva entre a religiosidade e a ansiedade em adolescentes de famílias de coabitação monoparentais. Em adolescentes de famílias nucleares intactas, revelou-se a existência de uma relação negativa entre a sintomatologia depressiva-ansiosa e a coesão familiar. Neste estudo, apenas a ansiedade e a satisfação com a vida se revelaram preditoras de depressão nos adolescentes. A religiosidade, a depressão, a satisfação com a vida e o conflito familiar revelaram-se variáveis preditoras de sintomas de ansiedade. Por último, a depressão, a ansiedade e a coesão familiar evidenciaram ser variáveis preditoras da satisfação com a vida. Consideram-se também algumas limitações, contribuições e direções para futuras investigações.
This study was developed to explore the relations between individual – religiosity, life satisfaction and depressive-anxiety symptomatology – and family factors in adolescents, looking for possible differences in nuclear and single-parent families’ adolescents. A total of 328 adolescents, between 14 and 20 years old, high schools students from Lisbon were assessed. Surveys included a sociodemographic questionnaire, the Life Satisfaction scale (Diener, Emmons, Larsen, & Griffin, 1985), the Anxiety and Depression Hospital Scale (Snaith & Zigmond, 1994) and the Family Environment Scale (Moos & Moos, 1986). The results showed higher scores in family cohesion of intact families’ adolescents and higher scores in family expressiveness of single-parent families’ students. These results demonstrated a negative relation between life satisfaction and depression-anxiety symptomatology, a positive relation between depression and family conflict, in adolescents. It was showed a positive relation between religiosity and anxiety in single-parent families’ adolescents. In intact families’ adolescents, it was found a negative relation between depressive-anxiety symptomatology and family cohesion. In this study, anxiety and life satisfaction were found to be predictors of depression, in adolescents. Religiosity, depression, life satisfaction and family conflict were showed to be predictors of life satisfaction. It was too considered some limitations, contributions e directions to future investigations.
Descrição: Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia Clínica e da Saúde - Núcleo de Psicologia Clínica Sistémica), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2012
URI: http://hdl.handle.net/10451/8185
Aparece nas colecções:FP - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfpie043211_tm.pdf1,17 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.