Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/8197
Título: Pais e crianças sobredotadas : representações sobre as relações dos sobredotados com os pares
Autor: Costa, Filipa Maria Oliveira
Orientador: Santos, Sara Bahia dos, 1959-
Palavras-chave: Sobredotação
Amizade
Crianças sobredotadas
Teses de mestrado - 2012
Data de Defesa: 2012
Resumo: O interesse à volta do tema da sobredotação tem aumentado, tanto por parte da comunidade científica como por parte da sociedade. Todavia, perante a ideia de uma educação inclusiva torna-se cada vez mais necessário conhecer melhor as relações entre as crianças sobredotadas e os seus pares. Com este trabalho pretende-se perceber que representações os pais e os sobredotados têm a respeito das relações com os pares. Os dados foram recolhidos através de entrevistas semiestruturadas a 5 pais e a 5 crianças sobredotadas, com idades compreendidas entre os 5 e os 12 anos. A entrevista, de natureza exploratória, procurou saber quais as perceções dos pais e dos sobredotados sobre as relações dos sobredotados com os pares, identificar possíveis preocupações dos pais e perceber se as capacidades intelectuais influenciam o estabelecimento de relações. De uma forma geral, os resultados obtidos mostraram que tanto os pais como os sobredotados consideram as relações com os pares importantes para o bem-estar geral do sobredotado. Os pais mostraram ter preocupações com a interação entre os sobredotados e os seus pares, devido às características próprias da sobredotação. As crianças sobredotadas mostraram no geral estarem bem integradas com os seus pares e todas as crianças mostraram saber a definição de amigo, apontando o que procuravam numa amizade. Os resultados no geral indicam que cada criança sobredotada é única e por isso, o estabelecimento de relações significativas depende do contexto, dos pares, mas acima de tudo, das características únicas destas crianças.
The interest around the topic of giftedness has increased, by the scientific community and by the society. However, due to the idea of achieving an inclusive education, it becomes necessary understand the relationship between the gifted children and their peers. This work aimed to understand which representations the parents and gifted children have about the relationships with peers. Data were collected through semisstructured interviews with 5 parents and 5 gifted children, aged 5 to 12 years. The interview, exploratory in nature, sought to know the perceptions of parents and gifted children on relations with peers, identify potential concerns of parents and realize if the intellectual capacities influence the establishment of relations. Overall, the results showed that both parents and the gifted consider relations with peers important for the welfare of the gifted. Parents showed concern about the interaction between the gifted children and their peers, due to the characteristics of giftedness. Gifted children showed in general that they are well integrated with their peers and showed that all children know the definition of friend, pointing what they looked in a friendship. The results overall indicate that each gifted child is unique and thus the establishment of meaningful relationships depends on the context, on the peers, but above all depends on the unique features of these children.
Descrição: Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia Clínica e da Saúde - Núcleo de Psicoterapia Cognitiva-Comportamental e Integrativa), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2012
URI: http://hdl.handle.net/10451/8197
Aparece nas colecções:FP - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfpie043217_tm.pdf853,86 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.