Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/8227
Título: "Educar é transformar o Mundo..." : lógicas de ação num colégio privado
Autor: Cunha, Denise Alexandra de Jesus, 1987-
Orientador: Sousa, Florbela
Palavras-chave: Ensino privado - Portugal
Directores de estabelecimentos de ensino
Relatórios de estágio de mestrado - 2012
Data de Defesa: 2012
Resumo: Quando falamos/pensamos no ensino privado, vem-nos logo à cabeça ideias pré-concebidas de meninos muito bem comportados e todos vestidos de igual. Professores muito velhos e rigorosos. Mas assim como o mundo evoluiu, também os colégios privados mudaram… os meninos, são crianças normais, que brincam, falam, saltam e fazem coisas normais, e os professores, ainda que continuem a primar pelo rigor, são jovens e dinâmicos. O mundo dos colégios privados mudou desde a sua criação, para o bem da educação em Portugal. O Ensino Privado cresceu, tal como cresceu o Ensino Público, contudo, o ensino privado conseguiu sedimentar-se e hoje em dia, se dermos uma vista de olhos pelo ranking das melhores escolas do ensino secundário, nos lugares cimeiros a esmagadora maioria são colégios privados, muitos deles católicos. Quais são as lógicas de ação para que se consiga manter o mesmo colégio tanto tempo nos lugares de topo? Qual é o papel do Diretor em todo esse processo? São a algumas destas respostas, que de uma maneira geral, este relatório pretende dar resposta.
When we speak/think in private education, it comes to our mind the prejudices about children’s good behavior, dressing uniforms, all alike and the teachers as very strict and old people. But just as the world has evolved, private schools also changed… boys are normal children who play, talk, jump and do normal things, and teachers, however strict, they are young and dynamic. The world of private schools has changed since its inception for the good of education in Portugal. Private education grew as well as the public school evolved, however, the private school has settled up and today, if we take a look at the ranking of the best secondary schools, we find out that most of the top positions are overwhelmingly occupied by prestigious private schools, many of them with catholic affiliation. What are the logics of action so that the same private institution may stay at the top of the rankings for so long? What is the role of the diretor in the whole process? This report intends to answer some of these questions
Descrição: Relatório de estágio de mestrado, Ciências da Educação (Administração Educacional), Universidade de Lisboa, Instituto de Educação, 2012
URI: http://hdl.handle.net/10451/8227
Aparece nas colecções:IE - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfpie043243_tm.pdf4,45 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.