Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/8237
Título: Japanese Red Cross vs Haiti Humanitarian Help Portuguese Team : similarities and differences between their psychosocial functioning
Autor: Grilo, Diana Lança Perdigão Maia
Orientador: Ribeiro, Maria Teresa, 1962-
Palavras-chave: Depressão (psicologia)
Resiliência psicológica
Terramotos
Tsunamis
Cruz Vermelha
Teses de mestrado - 2012
Data de Defesa: 2012
Resumo: Este estudo tem como propósito estudar o funcionamento psicossocial de uma amostra de 18 indivíduos, profissionais da Cruz Vermelha Japonesa (CVJ), que foram accionados para o terreno, devido a uma situação de catástrofe - após o Terramoto e Tsunami de Tohoku, no Japão em 2011, sendo que até hoje continuam a prestar apoio. Pretende-se, então, um estudo focado no funcionamento psicossocial, mais específicamente ao nível da resiliência e da existência de sintomatologia depressiva, procurando-se relacionar estas variáveis com variáveis sócio-demográficas – idade, sexo, constituição familiar, situação professional, habilitações literárias e religiosidade. Para além disto, pretende-se fazer uma comparação dos resultados obtidos nesta investigação, com os resultados obtidos na Tese de Mestrado da Dr.ª Marlene Ribeiro, a qual propôs estudar o funcionamento psicossocial da Equipa Portuguesa de Ajuda Humanitária no Haiti (EPAHH). Visto que se trata de uma investigação mais quantitativa, no sentido da recolha de dados, propos-se a utilização de um questionário socio-demográfico e uma bateria de testes, nomeadamente, a Escala de Resiliência de Connor e Davidson (CD-RISC) e o Inventário de Depressão de Beck (BDI), sendo que todos os instrumentos de avaliação são em Japonês, sendo a bateria de testes, composta por testes aferidos para a população Japonesa. Para a análise de dados recorreu-se ao Statistical Package for Social Sciences software (IBM SPSS Statistics) 20.0 para o Windows, que nos permitiu ver que em relação à variável Resiliência os resultados demonstraram ser relativamente baixos na amostra da CVJ, contrariamente aos resultados da amostra da EPAHH. Ao nível da depressão, notou-se a existência de maior sintomatologia depressiva na equipa da CVJ do que na EPAHH e por fim, em relação às correlações entre as variáveis socio-demográficas e as variáveis de funcionamento psicossocial, é possivel afirmar que não foram encontradas correlações significativas em nenhuma das variáveis para a amostra de CVJ, ao contrário da amostra da EPAHH que verificou uma correlação positiva e significativa ao nível da resiliência e religião, e também ao nível da depressão e do número de filhos dependentes. As diferenças poderão ser explicadas pelo facto dos participantes da CVJ ainda permanecerem em acção, nos locais mais afectados pelo terramoto e pela tsunami, tornando-se difícil gerir as quantidades de stress diárias e consequentemente ter menos resiliência e maior possibilidade de vir a desenvolver uma Perturbação de Stress Pós- Traumático (PTSD). Enquanto que a equipa da EPAHH esteve apenas presente no Haiti durante um curto período de tempo, possuindo a informação de quando voltariam para Portugal.
The purpose of this research is to examine the psychosocial functioning of individuals, who are part of the Japanese Red Cross (JRC) and went to the terrain after the 2011, Tohoku Earthquake and Tsunami in Japan. The psychosocial variables chosen for this study are the level of resilience and presence of symptomology (depression), which will in turn be related with the socio-demographic variables – gender; age; family constitution; working status; educational qualifications and religion. The results will be compared with the results obtained from Dr. Marlene Ribeiro’s Master Thesis, which focused on the study of the psychosocial functioning of the Haiti Humanitarian Help Portuguese Team (HHHPT). Quantitative (questionnaire and battery of tests) methodology was used to collect the data and later the Statistical Package for Social Sciences software (IBM SPSS Statistics) 20.0 for Windows was used to provide de statistical analysis needed. Results showed that the JRC team has very low levels of resilience compared with the HHHTP team, and also high levels of depression, in opposition with the HHHTP team. There were no significant correlations with the socio-demographic variables, also in contrary with the HHHTP. All this could be related to the fact that the JRC team is still working on the crisis situation with the future being uncertain, in opposition with the HHHTP team, which returned home after their mission.
Descrição: Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia Clínica e da Saúde - Núcleo de Psicologia Clínica Sistémica), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2012
URI: http://hdl.handle.net/10451/8237
Designação: Mestrado em Psicologia
Aparece nas colecções:FP - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfpie043219_tm.pdf633,98 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.