Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/8243
Título: A relação entre perspectiva temporal e abordagens à aprendizagem em alunos de artes e ciências
Autor: Gomes, Ana Inocêncio
Orientador: Janeiro, Isabel Nunes, 1960-
Duarte, António Manuel, 1961-
Palavras-chave: Rendimento escolar
Processo de aprendizagem
Percepção do tempo
Teses de mestrado - 2012
Data de Defesa: 2012
Resumo: Este estudo teve como objectivo principal analisar as relações entre a Perspectiva Temporal (PT) e as Abordagens à Aprendizagem, assim como investigar as diferenças entre estas variáveis e outras variáveis sociodemográficas, tais como o género, a área de estudos, a escolaridade dos pais (pai e mãe) e a média escolar, nas dimensões das Abordagens à Aprendizagem e da Perspectiva Temporal e na relação entre elas. Participaram no estudo 402 estudantes do ensino secundário, dos cursos de Artes Visuais e Ciências e Tecnologias, de 6 escolas do distrito de Lisboa. A análise dos resultados permitiu observar correlações significativas entre as subescalas dos dois instrumentos e entre estas e a média escolar. Foram encontradas diferenças significativas ao nível do género e da área de estudos na resposta aos instrumentos e verificaram-se diferenças significativas relativamente à profissão dos pais em algumas escalas. A análise de regressão linear efectuada permitiu observar que a perspectiva temporal é uma dimensão que influencia as abordagens utilizadas pelos estudantes e que a abordagem utilizada pelos estudantes influencia a média escolar. Em termos gerais, estes resultados salientam a importância destas variáveis para a explicação da motivação e desempenho escolar. No futuro, seria interessante investigar de que forma estes resultados variam em função do ciclo de estudos, e verificar se também se identificam relações significativas entre Perspectiva Temporal e as Concepções de Aprendizagem que os alunos manifestam.
Previous and recent investigation suggests that both the presence of an extensive future time perspective and the generic use of a deep approach to learning predict academic achievement and overall adjustment. The present study aims at investigating the association between time perspective and approaches to learning by (1) clarifying if there is a significant relationship between the approaches used by the students and the main time perspective they exhibit and by (2) identifying differences or similarities among gender, education, age and school marks. The main results are presented here and show significant correlations between some of the scales of both instruments, differences in gender, course and parent’s educational level. Through regression analyses a model was found that says that approaches to learning predict school grades and that future perspective predicts approaches to learning. These findings contribute to the increasing comprehension of the relationship between time perspective and learning and could serve as groundwork for a future intervention in student’s motivation and successful learning.
Descrição: Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia da Educação e da Orientação), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2012
URI: http://hdl.handle.net/10451/8243
Aparece nas colecções:FP - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfpie043257_tm.pdf725,83 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.