Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação (FPCE) >
FPCE - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/832

Título: A educação ambiental no contexto do desenvolvimento curricular
Autor: Ferreira, Maria Helena Herculano Dias, 1951-
Orientador: Pires, Maria Adelaide da Fonseca, 1939-
Palavras-chave: Educação ambiental - Portugal
Formação contínua de professores
Desenvolvimento curricular
Issue Date: 2009
Resumo: O percurso de investigação que iniciámos foi balizado por uma constatação empírica que os dados científicos comprovaram: o desenvolvimentos curricular do nosso sistema educativo, nos últimos decénios, fez da escola o principal agente social da Educação Ambiental, nas suas dimensões científica, ética e cívica e concede aos professores o estatuto dos seus maiores protagonistas. Mas revelou um paradoxo inesperado: a dimensão física e o peso curricular das actividades de Educação Ambiental ocupam um pequeno lugar na programação lectiva dos docentes, nos seus planos de aulas e nas actividades de complemento curricular das escolas. Um quadro de referência que é directamente proporcional ao nível de formação contínua nesta área científica e curricular que se configura também numa dimensão ética. O desenho do projecto de investigação procurou caracterizar com rigor o objecto do nosso trabalho, a Educação Ambiental, como uma área científica e curricular, numa perspectiva diacrónica que historiou o seu desenvolvimento e a enquadrou como uma das preocupações educativas, éticas e científicas da Reorganização Curricular do Ensino Básico e Secundário. A formação contínua de professores foi a chave para introduzir no currículo escolar com proficiência um conjunto básico de noções científicas e práticas docentes e pedagógicas de Educação Ambiental, que atravessam transversalmente o leque das disciplinas tradicionais e redimensionam a importância contemporânea das ciências da terra e da vida. Esta dissertação procura perceber através de um estudo comparativo as competências dos professores que têm formação no âmbito da Educação Ambiental e dos professores que a não têm. Adoptámos os procedimentos metodológicos inerentes ao corpus científico das Ciências da Educação, recorrendo à elaboração de um Inquérito como principal instrumento de investigação e procedendo depois ao tratamento dos dados através da análise SPSS. E, ainda, a uma Síntese da Análise de Conteúdo das Perguntas Abertas dos Inquéritos realizados aos Professores com formação em Educação Ambiental e, também, a uma Síntese da Análise de Conteúdo das Perguntas Abertas do Inquérito realizado aos Professores que não têm Formação em Educação Ambiental. A investigação, na óptica da formação para a Educação Ambiental, produziu igualmente interessantes indicadores sobre a relevância e as relações entre os sistemas de ensino formal, não-formal e informal, num contexto que é hoje o da sociedade da informação e do conhecimento. A complexidade dos problemas que é preciso enfrentar para a plena integração curricular da Educação Ambiental nas disciplinas curriculares, foi revelada neste processo de investigação como conexionada com a questão da monodocência, a extensão dos programas disciplinares e o papel das áreas de complemento curricular. A amostragem recolhida no processo de investigação, que permitiu extrair conclusões de natureza universal, face ao objecto deste trabalho, a Educação Ambiental no Contexto do Desenvolvimento Curricular, é representativa de todos os grupos disciplinares da nossa escola contemporânea.
The course of the investigation which we initiated is marked by an empiric perception that is corroborated by the scientific data: the curricular development of our educative system, in the last decennium, transformed the school into the main social agent of Environmental Education, in its scientific and civic dimensions, and bestows the teachers with the statute of biggest protagonists. But it revealed an unexpected paradox: the physical dimension and curricular weight of the Environmental Education activities occupy a small place in the academic planning of the teaching staff, in their planned lessons, and in the extracurricular activities of schools. A reference table which is directly proportional to the level of continuous teaching in this scientific and curricular area, which also shapes in an ethic dimension. The design of the investigation project attempted to characterize with rigor the objective of our work, the Environmental Education, as a scientific and curricular area, in a diachronic perspective which historized its development and framed it as one of the educational, ethical and scientific worries of the Curricular Reorganization of the Primary Schools. The continuous teaching of teachers was the key to introduce with proficiency, in the school curriculum, a basic assemblage of scientific notions, and teaching and pedagogic practices of Environmental Education, which cross the variety of traditional courses transversally and reassess the contemporary importance of the earth and life sciences. Through the development of a comparative study this thesis aims on understanding the competencies of the teachers who have special formation in Environmental Education facing the teachers who don't have that kind of education. We adopted the methodological procedures inherent to the scientific corpus of the Education Sciences, turning to the elaboration of an Inquiry as the main investigation instrument and proceeding later to the management of data through SPSS analysis. Also, the Synthesis of Analysis of Contents of Open Questions of the Inquiries made to the Teachers with Environmental Education formation, and also the Synthesis of Analysis of Contents of Open Questions of the Inquiries made to the Teachers without Environmental Education formation. The investigation, in the perspective of formation for Environmental Education, also developed interesting indicators about the relevance and the relationships between the systems of formal, non-formal and informal education in a context which is, today, that of information and knowledge society. The complexity of problems which need to be faced towards the total curricular integration of Environmental Education in the curricular courses was revealed in this investigation process as connected with the mono-teaching, the extent of disciplinary programs and the role of areas of curricular complements. The sampling assembled in the investigation process, which allowed to extract conclusions of universal nature, in view of the objective of this work, the Environmental Education in the Curricular Development of the Context, is representative of all the disciplinary groups in our contemporary school.
Descrição: Tese de mestrado, Ciências da Educação (Teoria e Desenvolvimento Curricular), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação, 2009
URI: http://catalogo.ul.pt/F/?func=item-global&doc_library=ULB01&type=03&doc_number=000569724
http://hdl.handle.net/10451/832
Appears in Collections:FPCE - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
20649_ulfp034336_tm.pdf838,61 kBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia