Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/8421
Título: Homícidios na área da Grande Lisboa : da investigação criminal ao estudo médico-legal : contribuição para a determinação de tipologias de homícidio
Autor: Soares, Cláudia Margarida Monge, 1976-
Orientador: Ribeiro, Isabel Pinto, 1953-
Palavras-chave: Homicídio
Motivação
Ciências forenses
Medicina legal
Portugal - Área Metropolitana de Lisboa
Teses de mestrado - 2012
Data de Defesa: 2011
Resumo: Efectuou-se um estudo retrospectivo de 152 homicídios ocorridos na área da Grande Lisboa no quinquénio 2000/2004. A população estudada dividiu-se em três subgrupos, designadamente “homicídios com um agressor/uma vítima”, “homicídios com vários agressores/uma vítima” e “homicídios com um agressor/várias vítimas”, que foram caracterizados separadamente. As diferentes variáveis estudadas incluíram o local do crime, os instrumentos utilizados, as circunstâncias/motivações do crime, as características das vítimas, as características dos agressores, os resultados das autópsias médico-legais e respectivos exames complementares, os exames do Laboratório de Polícia Científica e as decisões judiciais. Verificou-se que a maioria dos homicídios ocorreu na via pública, num contexto de “discussão/agressão”, entre indivíduos do sexo masculino, portugueses, na faixa etária entre os 20 e os 40 anos, sendo a arma de fogo o instrumento mais utilizado e as lesões observadas, predominantemente, na região da cabeça. Foram determinadas três tipologias de homicídio, resultantes da análise estatística de várias características: a tipologia “Amigos/conhecidos”, a tipologia “Relações amorosas” e a tipologia “Homicídio na sequência de roubo”. Foram definidos procedimentos de actuação da investigação criminal, nomeadamente através da análise de variáveis recolhidas durante a inspecção judiciária, realizada na sequência da notícia do homicídio, e que, inseridas no programa estatístico, possibilitarão a comparação com as características das diferentes tipologias determinadas.
A retrospective study of 152 homicides in the Lisbon area during 2000/2004 was carried out. The studied population was divided in three subgroups, which were characterized separately. These subgroups are “homicides with one perpetrator/one victim”, homicides with several perpetrators/one victim” and homicides with one perpetrator/several victims. Several characteristics were evaluated: crime scene, instruments, circumstances/motivations, victim characteristics, perpetrators characteristics, autopsy results and respective complementary examinations, scientific police examinations and judicial decisions. As a result it was found that the majority of homicides occurred in public places in a context of disagreement/aggression, between male individuals of Portuguese nationality, having 20 to 40 years old. A fire weapon was used in most of the occurrences and the consequent lesions were, in most cases, in the head region. Three homicide typologies were determined, based on the statistical analysis of several homicide characteristics: the “friend/acquaintance” typology, the “partner relations” typology and the “robbery followed by homicide” typology. Criminal investigation proceedings were defined through the analysis of variables collected during the crime scene examination carried out subsequently to the homicide notice. After a statistical analysis, correlations of these variables with the characteristics of the different homicide typologies determined can be identified.
Descrição: Tese de mestrado, Medicina Legal e Ciências Forenses, Faculdade de Medicina, Universidade de Lisboa, 2012
URI: http://hdl.handle.net/10451/8421
Aparece nas colecções:FM - Dissertações de Mestrado



FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.