Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/8491
Título: A arte do retrato em Portugal no tempo do barroco (1683-1750): conceitos, tipologias e protagonistas
Autor: Gonçalves, Susana Cavaleiro Ferreira Nobre, 1974-
Orientador: Serrão, Vítor, 1952-
Palavras-chave: Pintura de retratos barroca - Portugal
Arte barroca - Portugal
Pintura - Portugal - séc.17-18
Teses de doutoramento - 2013
Data de Defesa: 2013
Resumo: Este nosso trabalho visa estudar e enquadrar em termos históricos, tipológicos e artísticos a arte do Retrato em Portugal na pintura do largo tempo do Barroco. O objectivo maior é apresentar uma visão panorâmica da prática retratística no nosso país, entre o último quartel do século XVII e os meados da centúria seguinte, dentro de um arco cronológico que corresponde, grosso modo, aos reinados de D. Pedro II (1683-1706) e de D. João V (1706-1750), um tempo particular da nossa História moderna, em que uma maior pacificação, por um lado, e a grande afluência de riquezas ultramarinas, por outro, inspiraram uma intensa renovação cultural, afeiçoada à propaganda e ao poder, em que o Retrato pictórico assumiu relevantes papéis. Eivando uma “visão de conjunto” inteiramente dedicada ao tema e tratada no âmbito da disciplina da História da Arte, proposemo-nos assim avançar nesta empresa, esperando, com base num inquérito rigoroso, apresentar novos dados e atinentes reflexões que permitam aumentar o conhecimento que existe hoje deste género artístico particular, em Portugal e em português, para o período definido. Assim, ao invés de mapear todas as existências, analisámos os esquemas de representação aplicados ao Retrato - o cânone, os atributos, os adereços, as composições, as atitudes… -, por forma a compreender o seu sentido épocal (estilístico) e as suas implícitas funções sociais, ou seja, reflectir sobre a história deste género artístico no Portugal de então, através da construção da fortuna crítica de exemplos pictóricos relevantes e diferenciados, tratados como “casos de estudo”, intentando traçar as suas características mais marcantes e isolar, a partir deles, genealogias visuais e variações sobre o modelo. Nesta medida, o trabalho está estruturado em quatro grandes capítulos. No primeiro, proposemo-nos definir o género do Retrato e analisar algumas questões teóricas centrais para a história da prática retratística ocidental, dando ainda nota do status quaestionis sobre o que pode ser considerado o Retrato português do perído Barroco. Nos três capítulos seguintes, fiéis ao tempo histórico - à sucessão cronológica dos “factos artísticos”, pretendemos acompanhar os três momentos fundamentais da evolução estilística do retrato em Portugal no tempo do Barroco: o “retrato humanístico” do período pós-restauracionista, a abertura ao ideal clássico do tempo de D. Pedro II, e a renovação imagética do poder com D. João V, e ainda as novas experiências tardo-barrocas e rococó já da transição para o período josefino.
Our work’s aim is to historically, typologically and artistically study the art of the Portrait in Portugal during the Baroque age. Our main goal is to give an overview of the portraiture practice in our country, between the last quarter of the seventeenth century and the middle of the following century. By and large, it covers the kingdoms of D. Pedro II (1683-1706) and D. João V (1706-1750). It’s a particular period of our Modern History where the country was largely at peace and had the benefit of a massive influx of wealth from overseas. This inspired an intense cultural renewal, in which, attached to the propaganda and the exercise of power, the pictorial Portrait took on a relevant role. Spreading throught a “joint vision” entirely dedicated to the theme and handled over under the subject of History of Art, we decided to perform a rigorous inquiry, on the grounds of which we consistently moved forward into the enterprise, in order to achieve the presentation of new information and the elaboration of sound considerations that allow us to increase the knowledge that already exists today in Portugal and in Portuguese language on this particular artistic genre, for the defined period of time. Thereby, instead of choosing to map all the existences, we decided to analyze the representation schemes applied to the Portrait – the canon, the attributes, the props, the compositions, the attitudes… - in order to comprehend its timely meaning (stylistic) and its implied social functions. In other words, by reflecting on this artistic genre’s history in the Portugal of those times, through the construction of pictorial examples, relevant yet detached and treated as “case studies”, we intented to draw its most remarking characteristics and isolate, through them, visual genealogies and variations about the model. To pursue our task, we have organized the work along four main chapters. On the first chapter, we decided to define the Portrait’s genre and analyze some focal theoretical questions interesting the history of the West European portraiture practice, underlining the status quaestionis about what can be considered a Portuguese Portrait during the Baroque period. On the following three chapters, keeping our loyalty to historic time – to the chronological succession of the “artistic facts”, we intended to follow up the three fundamental moments of the stylistic evolution on the Portrait in Portugal in the Baroque era: the “humanistic portrait” from the post restorationist period, the opening to the classical ideal from the time of D. Pedro II, and the imagery’s renewal of power with D. João V, and furthermore, the new late-Baroque and Rococo experiences from the transition to the Josephine’s period.
Descrição: Tese de doutoramento, História (Arte, Património e Restauro), Universidade de Lisboa, Faculdade de Letras, 2013
URI: http://hdl.handle.net/10451/8491
Aparece nas colecções:FL - Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulsd65518_td_tese.pdf3,65 MBAdobe PDFVer/Abrir
ulsd65518_td_anexo.pdf113,23 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.