Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/856
Título: Comunicação relacional:o estudo do "padrão que liga" em terapia breve orientada para soluções
Autor: Proença, Liliana Carvalho
Orientador: Neto, Luís Miguel, 1958-
Palavras-chave: Terapias breves
Comunicação relacional
Processo terapêutico
Teses de mestrado
Data de Defesa: 2008
Resumo: A Terapia Breve Orientada para as Soluções partilha com outras abordagens sistémicas a consideração das interconexões entre os vários elementos de um sistema (de Shazer, 1991). Considerando esta assumpção fundamental, a investigação sobre o processo de mudança em Terapia Breve Orientada para as Soluções deve ser coerente, não só com as premissas específicas desta abordagem, mas também com esta assumpção relacional. Neste sentido, no presente trabalho estudaram-se as características de comunicação relacional no processo de dropout em Terapia Breve Orientada para as Soluções, utilizando um instrumento desenvolvido para se adaptar a esta visão relacional e sistémica, o Family Relational Communication Control Coding System (Heatherington & Friedlander, 1987). Em comparação com estudos prévios (Beyebach & Escudero, 1997), pretende-se identificar as complexidades adicionais à interacção de múltiplos membros, analisando sistemas terapêuticos com mais de dois elementos. Procedeu-se assim a dois estudos de caso, verificando-se, para ambos, que a comunicação entre terapeutas e clientes se caracteriza por trocas competitivas e conflito. Quando se consideram os diferentes actores do processo de dropout, também se verificou uma qualidade diferencial da comunicação nas interacções, especificamente na interacção terapeuta/ cliente e co-terapeuta / cliente no caso A e nas interacções terapeuta/ mulher e terapeuta/ marido no caso B.
Solution-Focused Brief Therapy shares with other systemic approaches the consideration of the interconnections between the various elements of a system (de Shazer, 1991). Based on this fundamental assumption, the change process research in Solution-Focused Brief Therapy should be coherent, not only with the specific premises of this approach, but also with this relational assumption. Therefore, in this work we study the relational communication characteristics of dropout process in solution-focused brief therapy using an instrument designed to fit with a systemic and relational view, the Family Relational Communication Control Coding System (Heatherington & Friedlander, 1987). In comparison with previous studies (Beyebach & Escudero, 1997), this work intends to identify the added complexities of multiple member interactions, analyzing therapeutic systems with more than two members. The work proceeded with two cases studies. In both cases, it became evident that the communication between therapists and clients was characterized by competitive exchanges and conflict. When we considered the different actors of the dropout process in each case, it also became evident a different communication quality in the interactions, specifically in the interactions therapist/ client and co-therapist/ client in the case A and in the interactions therapist/ wife and therapist/ husband in case B.
Descrição: Tese de mestrado, Psicologia (Psicologia Clínica e da Saúde - Núcleo de Psicologia Clínica Sistémica), 2008, Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação
URI: http://catalogo.ul.pt/F/?func=item-global&doc_library=ULB01&type=03&doc_number=000557129
http://hdl.handle.net/10451/856
Aparece nas colecções:FPCE - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
18834_ulsd_dep.17627_aut2_Comunicacao_relacional.pdf947,85 kBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.