Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/8600
Título: Interpretação filogenética, tafonómica e paleoambiental de restos de dinossáurios terópodes da jazida de Valmitão (Jurássico Superior, Formação da Lourinhã)
Autor: Malafaia, Elisabete Fernandes de Almeida
Orientador: Pimentel, Nuno Lamas, 1963-
Ortega, Francisco
Palavras-chave: Bacia Lusitânica
Formação da Lourinhã
Jurássico Superior
Dinosauria
Tetanurae
Filogenia
Paleoambientes
Tafonomia
Teses de mestrado - 2011
Data de Defesa: 2011
Resumo: O presente trabalho tem como objectivo a interpretação filogenética, paleoambiental e tafonómica de um conjunto de restos osteológicos recolhido na jazida de Valmitão (Kimmeridgiano médio - superior; Bacia Lusitânica. Lourinhã) que se atribui a um exemplar de dinossáurio terópode. Apresenta-se o resumo da evolução mesozóica da Bacia Lusitânica, a qual foi estreitamente condicionada pelos processos relativos às diferentes fases de rifting que precederam e determinaram a abertura do Atlântico Norte. O enquadramento estratigráfico dos níveis sedimentares na área envolvente à jazida teve como base o trabalho de Hill (1988), o qual definiu cinco Membros incluídos na Formação da Lourinhã, com diferentes características faciológicas e paleoambientais. Segundo esta nomenclatura, a sequência sedimentar na jazida, constituída por uma alternância de corpos arenosos espessos intercalados com níveis de argilas, margas e siltes, é interpretada como pertencendo ao Membro de Porto Novo da Formação da Lourinhã. O registo de tetrápodes do Jurássico Superior da Bacia Lusitânica, conhecido até ao momento, está composto por mais de trinta espécies, incluindo anfíbios, mamíferos primitivos, tartarugas, neodiápsidos basais Choristodera, lepidossauromorfos, crocodilomorfos, pterossáurios e dinossáurios. Este registo consiste numa combinação de formas partilhadas com níveis sincrónicos na América do Norte, juntamente com táxons supostamente endémicos da Bacia Lusitânica e outros partilhados com o registo europeu. Este cenário é difícil de explicar do ponto de vista paleobiogeográfico, uma vez que parece estar patente, por um lado, processos de vicariância provocados pela abertura do Atlântico Norte mas, por outro lado, sugere também a existência de intercâmbios faunisticos entre ambas as margens do proto- Atlântico Norte, pelo menos de forma pontual, no final do Jurássico. O conjunto de restos osteológicos recolhido na jazida de Valmitão está composto por alguns dentes, elementos do esqueleto axial e da cintura pélvica. Este exemplar é interpretado como pertencendo a um único indivíduo e apresenta um conjunto de características morfológicas que permitem a sua identificação como um membro do grupo Allosauroidea, estreitamente relacionado ao género Allosaurus. A análise sedimentológica dos níveis nos quais foram recolhidos os restos fósseis estudados permite caracterizar os processos paleoambientais e tafonómicos que definem a génese da jazida. Esta análise é essencial para a reconstituição dos ambientes que serviram de habitat aos organismos e, inclusivamente, para o conhecimento da dinâmica das populações.
The goal of the present work is the phylogenetic, paleoenvironmental and taphonomic interpretation of a set of osteological remains collected in the Valmitão quarry (middle – upper Kimmeridgian; Lusitanian Basin. Lourinhã) that are assign to a theropod dinosaur. It is present an abstract of the Mesozoic evolution of the Lusitanian Basin which was closely connected with the processes related to the different rifting phases that preceded and determined the opening of the North Atlantic. The stratigraphic contextualization of the sedimentary levels in the area around the quarry was based in the Hill’s (1988) work, which defined five Members included in the Lourinhã Formation with different faciological and paleoenvironmental characteristics. Based in this nomenclature the sedimentary sequence in the quarry, constituted by thick sandstone bodies intercalated with levels of clays, marls and silts, is interpreted as belong to the Porto Novo Member of the Lourinhã Formation. The tetrapod record from the Upper Jurassic of the Lusitanian Basin, known at the moment is composed by more than thirty species including amphibians, primitive mammals, turtles, basal neodiapsids Choristodera, lepidosauromorphs, crocodilomorphs, pterosaurs and dinosaurs. In this record it has been described shared forms with synchronic levels in North America together with supposedly endemic taxa from the Lusitanian Basin and other shared with the European record. This scenario is difficult to explain from a paleobiogeographic point of view, as it seems to be patent both vicariance processes caused by the North-Atlantic opening and the existence of faunistic interchanges between the two margins of the proto-North Atlantic, at least occasionally, at the end of the Jurassic. The set of osteological remains collected in the Valmitão quarry consists in some teeth, elements from the axial skeleton and from the pelvic girdle. This specimen is interpreted as belonging to a single individual and presents a set of morphological characters that allow its identification as a member of the Allosauroidea group, closely related to the genus Allosaurus. The sedimentological analysis of the levels in which the fossil remains was collected allows characterize the paleoenvironmental and taphonomic processes that define the genesis of the quarry. This analysis is essential for reconstructions of the environments in which the organisms lived and even for the knowledge of population dynamics.
Descrição: Tese de mestrado em Geologia (Estratigrafia, Sedimentologia e Paleontologia), apresentada à Universidade de Lisboa, através da Faculdade de Ciências, 2011
URI: http://hdl.handle.net/10451/8600
Aparece nas colecções:FC - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfc104143_tm_Elisabete_Malafaia.pdf11,81 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.