Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação (FPCE) >
FPCE - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/866

Title: Troca social e comportamentos de cidadania organizacional:que relação?
Authors: Furtado, Ana Isabel Viegas Barros
Advisor: Chambel, Maria José, 1962-
Keywords: Cidadania organizacional
Troca social
Reciprocidade
Suporte social
Teses de mestrado
Issue Date: 2009
Abstract: Com a presente investigação pretende-se demonstrar às organizações que o desenvolvimento de estratégias adequadas de Troca Social, tais como a reciprocidade com a organização e suporte social da chefia, promovem os Comportamentos de Cidadania Organizacional. (CCO). A relevância dos CCO para as organizações assenta no pressuposto que são essenciais para aumentar a eficácia e eficiência organizacional. Com uma amostra de 310 enfermeiros de um hospital de Lisboa, verificou-se que o suporte social da chefia é uma variável com influência nos CCO (avaliados pela chefia directa). No entanto, não se verificou a relação esperada da reciprocidade organizacional com os CCO e, consequentemente, não se verificou o esperado papel mediador do suporte social da chefia na relação entre a reciprocidade organizacional e os CCO. Contudo os resultados obtidos revelam a importância do suporte social da chefia na promoção dos CCO, permitindo, assim, às organizações desenvolver competências de apoio nos seus supervisores de modo a aumentar os CCO exibidos pelos colaboradores e tornarem-se organizações mais competitivas.
The aim of this study is to show organizations that the development of appropriate Social Exchange strategies, such as reciprocity and social support, promote Organizational Citizenship Behaviors (OCB). The importance of OCB for organizations is based on the assumption that they are the key to improving organizational effectiveness and efficiency (Katz, 1969, cit. Konovosky & Pugh, 1994). With a sample of 310 nurses from a Lisbon hospital, it was verified that social support was a variable with influence on OCB (assessed by the direct supervisor). However the expected interaction between reciprocity and OCB was not verified and therefore it was not possible no observe whether social support plays a role as mediator between the reciprocity and OCB relationship. Nevertheless, the results demonstrate the importance of social support in promoting OCB, enabling organizations to develop the support skills of their supervisors in order to increase OCB in their workers and finally become more competitive organizations.
Description: Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia dos Recursos Humanos, do Trabalho e das Organizações), 2009, Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação
URI: http://catalogo.ul.pt/F/?func=item-global&doc_library=ULB01&type=03&doc_number=000560098
http://hdl.handle.net/10451/866
Appears in Collections:FPCE - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
18770_ulsd_dep.17743_Dissertacao_Ana_Barros_Furtado.pdf280.43 kBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE