Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/871
Título: Qualidade de vida no trabalho (importância):relações com o stress profissional e com o empenhamento organizacional afectivo
Autor: Vardevanyan, Hayane
Orientador: Rafael, Manuel, 1962-
Palavras-chave: Qualidade de vida
Stress profissional
Empenhamento organizacional
Teses de mestrado
Data de Defesa: 2009
Resumo: Neste trabalho procura-se explorar as relações existentes entre a importância da Qualidade de Vida no Trabalho, o Stress Profissional e o Empenhamento Organizacional Afectivo, assim como a relação entre as variáveis referidas e o sexo. As hipóteses apontam para: inexistência de relações entre a importância da Qualidade de Vida no Trabalho e o Stress Profissional, bem como entre os níveis de Stress Profissional e o Empenhamento Organizacional Afectivo; a existência de uma relação positiva entre a importância da Qualidade de Vida no Trabalho e o Empenhamento Organizacional Afectivo; existência de diferenças entre homens e mulheres na importância da Qualidade de Vida no Trabalho, nas escalas do Stress Profissional e no Empenhamento Organizacional Afectivo. Os instrumentos (Inventário sobre a Qualidade de Vida no Trabalho, Inventário sobre o Stress Profissional e Indicadores de Empenhamento Organizacional Afectivo) foram aplicados a uma amostra constituída por 310 participantes de ambos os sexos, de idades compreendidas entre os 19 e os 66 anos. As correlações encontradas entre variáveis foram fracas. Por outro lado foram encontrados valores significativamente diferentes no sexo feminino no que diz respeito à escala de severidade de Stress Profissional e à importância da Qualidade de Vida no Trabalho. São apontadas referências teóricas e empíricas e é documentada a importância da Qualidade de Vida no Trabalho para os indivíduos e para as organizações.
This study explores the relation between Quality of Working Life, Occupational Stress and Organizational Affective Commitment. More of these questions it will be research the gender difference between the variables of the study. It is hypothesized that: an importance of Quality of Working Life and Occupational Stress is negatively related; Occupational Stress relate negatively with an Organizational Affective Commitment; importance of Quality of Working Life and Organizational Affective Commitment are positively related; there are difference between man and woman on perception the importance of the Quality of Working Life, Occupational Stress and Organizational Affective Commitment. The instruments (Inventário sobre a Qualidade de Vida no Trabalho, Inventário sobre o Stress Profissional e Indicadores de Empenhamento Organizacional Afectivo) were administrated to 310 participants, male and female, aged between 19 and 66 years. Results from correlation analysis shows that there are poor relation between variables, as well there was finding significant values on female response related with severity of Occupational Stress and importance of the Quality of Working Life. Theoretical and empirical references were described as well as the importance of the Quality of Working Life for the individuals and organizations.
Descrição: Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia dos Recursos Humanos, do Trabalho e das Organizações), 2009, Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação
URI: http://catalogo.ul.pt/F/?func=item-global&doc_library=ULB01&type=03&doc_number=000559951
http://hdl.handle.net/10451/871
Aparece nas colecções:FPCE - Dissertações de Mestrado



FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.