Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/8834
Título: Contextualização do saber na formação inicial de professores de física e de química : perspetivas de futuros professores : um contributo para a melhoria da formação de professores
Autor: Almendra, Bruno João Ramalho Gomes de, 1986-
Orientador: Rodrigues, Ângela, 1961-
Palavras-chave: Formação inicial de professores
Professores de física
Professores de química
Teses de mestrado - 2013
Data de Defesa: 2013
Resumo: Alguns estudos recentes têm procurado esclarecer o potencial da contextualização do saber como possível resposta ao insucesso e abando escolar. Com referência a alguns destes trabalhos procuramos saber se a formação inicial de professores prepara para contextualizar, assim como aprofundar o conhecimento sobre este conceito. Este estudo qualitativo aborda um conceito recente e que cujo significado não é unívoco. Como não se encontraram outros estudos referentes à preparação que a formação inicial de professores oferece quanto à contextualização do saber este trabalho configura-se de carácter exploratório. Para sabermos se a formação inicial de professores prepara profissionais capazes de contextualizar o saber procurámos aceder às representações dos estudantes de mestrado em ensino sobre o que significa contextualizar o saber, e quais os seus referenciais teóricos. Foi também nossa intenção saber se a formação inicial de professores prepara para contextualizar saberes específicos da física e da química. Para aceder às representações dos sujeitos foram realizadas entrevistas semidiretivas. A análise feita ao conteúdo das entrevistas levou-nos a concluir que a formação inicial de professores, no caso estudado, aborda aspetos da contextualização do saber, assim como o conjunto das práticas dos formadores de professores são congruentes com os princípios da contextualização, congruência a que chamamos isomorfismo. Não foram indicados pelos sujeitos referenciais teóricos associados à contextualização e que tivessem sido fornecidos pela formação inicial de professores. O que nos leva a aferir que a formação inicial os preparou para contextualizar embora de forma não intencional e consciente, por isso, de modo algo desarticulado. Os entrevistados não identificaram características da contextualização que fossem exclusivas da contextualização da física e da química. Finalmente, concluímos que os entrevistados tinham um conjunto de saberes associados à contextualização, tendo em conta o que o quadro teórico de referência diz ser a contextualização do saber, e que esses saberes poderiam ser considerados um contributo para a melhoria da formação inicial de professores, do ponto de vista de que nos possibilitaram um aprofundamento do conhecimento sobre contextualização do saber.
Recent studies have clarified the potential of the contextualization of the knowledge as the answer for the school failure. Taking these studies into account, we tried to know if the initial teacher education prepares them to contextualize and if it extends into the concept. This qualitative study approaches a new concept whose meaning isn’t univocal. Since it doesn’t seems to find others recent studies about the preparation of the teachers education for contextualization, this study configures itself as explorative. In order to understand if the initial teachers education prepare professionals capable of contextualizing the knowledge, we tried do access the ideals of the future teachers regarding the meaning of contextualization of the knowledge and its theoretical references. It was also our intention to know if the initial teachers education prepares the newly teachers for contextualization of a physic and chemistry knowledge. In order to access the ideals of the individuals, semi-directive interviews were carried out. The result of these interviews lead us to conclude that the initial teachers education approach some aspects of the contextualization of the knowledge, as well as the whole set of the trainers practices were congruent with the contextualization principals. Such congruence is named by as isomorphism. The individuals didn’t indicate the theoretical references associated to contextualization, which have been provided by the initial teachers education. That assumption make us believe that the initial teachers education did prepare them do contextualize but it was not intentional or conscious and somehow ended disjointed. The respondents didn’t identify any exclusive features of the physic and chemistry contextualization. Finally, given the theoretical references, we concluded that the respondents knew some techniques to contextualize. Those techniques could be a contribute for an improvement of the initial teachers education, considering that they could allow a profound understanding of the contextualization of the knowledge.
Descrição: Tese de mestrado, Ciências da Educação (Formação de Professores), Universidade de Lisboa, Instituto de Educação, 2013
URI: http://hdl.handle.net/10451/8834
Aparece nas colecções:IE - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfpie044591_tm.pdf2,58 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.