Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação (FPCE) >
FPCE - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/889

Title: Stresse profissional na Polícia de Segurança Pública : estudo exploratório de uma amostra de agentes do curso de formação
Authors: Passos, Fernando Manuel Lourenço
Advisor: Rafael, Manuel, 1962-
Keywords: Stress (Psicologia)
Portugal. Polícia de Segurança Pública
Teses de mestrado - 2008
Issue Date: 2008
Abstract: À função policial têm sido atribuídos elevados níveis de stresse. Esta investigação tem como objectivo caracterizar acontecimentos causadores de stresse profissional na polícia, quanto à severidade e à frequência, bem como comparar resultados com estudos na população portuguesa e na norte-americana. Utilizou-se como instrumento o Inventário sobre o Stresse Profissional (Spielberger & Vagg, 1999), aplicado a uma amostra de 998 Agentes Provisórios do Curso de Formação de Agentes, da Polícia de Segurança Pública. As medidas de tendência central e de dispersão apresentam-se diferentes quanto às dos estudos de adaptação à população portuguesa e dos norte-americanos. A precisão é próxima dos valores da adaptação portuguesa. Os resultados indicam existir maior concordância entre a amostra e a adaptação portuguesa. Os valores dos níveis de severidade e frequência aludem não serem os aspectos operacionais os considerados de maior nível de stresse, nem a função policial apresentar acontecimentos causadores de stresse particularmente diferentes de outras profissões.
The mission of police has been recognized as involving high levels of stress. The purpose of this research is to characterize the severity and frequency of events causing professional stress within National Portuguese Public Security Police, as well as comparing results from previous studies based on portuguese and the north american samples. It was used as a tool the Job Stress Survey (Spielberger & Vagg, 1999) applied to a sample of 998 police trainees from the Police Training Course of the National Portuguese Public Security Police. The results in regard to central tendency and dispersionl in these studies differs between the portuguese and north american samples. The precision is similar to the values applied to the portuguese population. The results show that there exists higher agreement between the sample and the adaptation to the portuguese population. The values of the levels of severity and stress frequency show that it is not the operational aspects that are considered as having the highest levels of stress, nor that the police duties involve events that might cause stress significantly different from other professions.
Description: Tese de mestrado integrado em Psicologia (Psicologia dos Recursos Humanos, do Trabalho e das Organizações), apresentada à Universidade de Lisboa através da Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação, 2008
URI: http://catalogo.ul.pt/F/?func=item-global&doc_library=ULB01&type=03&doc_number=000550940
http://hdl.handle.net/10451/889
Appears in Collections:FPCE - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
18662_ulsd_dep.17391_capas.pdf1.41 MBAdobe PDFView/Open
18663_ulsd_dep.17391_Indice.pdf39.47 kBAdobe PDFView/Open
18664_ulsd_dep.17391_Juro.pdf49.93 kBAdobe PDFView/Open
18665_ulsd_dep.17391_RESUMO.pdf47.98 kBAdobe PDFView/Open
18666_ulsd_dep.17391_Agradecimentos.pdf41 kBAdobe PDFView/Open
18667_ulsd_dep.17391_Dissertacao.pdf310.61 kBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE