Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/9228
Título: Determinação das proteínas diferencialmente expressas nos coelomócitos da estrela-do-mar (Marthasterias glacialis) durante 3 fases distintas da regeneração
Autor: Martins, Joana Filipa Raimundo
Orientador: Coelho, Ana Varela
Serralheiro, Maria Luísa, 1957-
Palavras-chave: Regeneração
2-DE
DIGE
MALDI-TOFTOF
Coelomócitos
Estrela-do-mar
Teses de mestrado - 2012
Data de Defesa: 25-Set-2013
Resumo: Regeneration is the ability to replace lost body parts, process that varies widely among animal kingdom. In deutorostomes the regenerative potential is maximally expressed in echinoderms, animals that can replace all injured organs. Coelomocytes, a morphologically heterogeneous population of free roaming cells, are recognized as the main cellular components of the echinoderm immune system. They are the first line of defence and their number and type can vary dramatically during infections or following injury. These cells have many functions, which include phagocytosis, encapsulation, clotting, cytotoxicity, wound healing, among others. Echinoderms, in particularly starfish, have been used as a model system in regeneration studies. However, only recently these important animals have been used in proteomic approaches. For present work we examined the differentially expressed proteins from starfish coelomocytes (Marthasterias glacialis), in three stage of regeneration (48 hours, 13 days and 10 weeks) after arm tip amputation. For identification of proteins with relevant activity in the regeneration events, several proteomics approaches were used: protein separation by two-dimensional gel electrophoresis (2-DE); determination of differentially expressed proteins by difference gel electrophoresis (DIGE); and finally the selected proteins were identified by mass spectrometry (MALDI-TOF/TOF). The work presented in this thesis pretends contribute to an increase molecular knowledge and of the biochemical systems involved in echinoderm regeneration, mediated by coelomocytes. The identified proteins in this study seem to have important roles into regeneration process, in particular, functions that include proliferation, growth and cellular differentiation.
A regeneração define-se pela capacidade de um ser vivo reconstruir as partes do corpo perdidas, num processo que é extramente diverso ao longo do reino animal. Nos deuterostómios o potencial de regeneração tem a sua máxima expressão nos equinodermes, animais que têm capacidade de repor os seus órgãos internos e externos após um dano à sua integridade física. Os coelomócitos circulam livres no fluido celómico e são reconhecidos como os componentes celulares do sistema imunitário. Desempenham funções variadas, nomeadamente na resposta imune inata e sabe-se que apresentam um papel importante na regeneração. Participam em várias funções fisiológicas, tais como na formação de coágulos, na fagocitose, defesa contra microrganismos, cicatrização, resposta inflamatória e transporte de oxigénio. Os equinodermes, e em particular as estrelas-do-mar, têm sido utilizados como animais modelo para estudar os processos de regeneração. No entanto, foi apenas recentemente que estes importantes deuterostómios têm sido estudados através de abordagens de proteómica. Este trabalho tem como objetivo a determinação das proteínas diferencialmente expressas nos coelomócitos na estrela-do-mar (Marthasterias glacialis) durante 3 fases de regeneração (48horas, 13 dias e 10 semanas após a amputação da ponta do braço). A identificação do proteoma diferencial dos coelomócitos combina a separação de proteínas por 2-DE (electroforese bidimensional), deteção das diferenças de expressão das proteínas através da metodologia DIGE e a sua identificação por espetrometria de massa (MALDI-TOF/TOF). Este estudo visa contribuir para o conhecimento das proteínas e dos processos bioquímicos envolvidas na regeneração em equinodermes. Pensa-se que as proteínas identificadas neste estudo têm um envolvimento na regeneração, nomeadamente nas fases mais avançadas deste processo, desempenhando funções como proliferação, controlo de crescimento e diferenciação celular.
Descrição: Tese de mestrado em Bioquímica (Bioquímica Médica), apresentada à Universidade de Lisboa, através da Faculdade de Ciências, 2012
URI: http://hdl.handle.net/10451/9228
Aparece nas colecções:FC - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfc104692_tm_Joana_Martins.pdf1,92 MBAdobe PDFVer/Abrir
ulfc104692_Anexos.pdf1,46 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.