Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação (FPCE) >
FPCE - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/930

Title: A depressão em crianças e adolescentes em acolhimento institucional : caracterização em função de variáveis sócio-demográficas e do acolhimento
Authors: Pracana, Sofia de Moura Branco Madeiras
Advisor: Santos, Salomé Vieira, 1959-
Keywords: Depressão
Institucionalização
Teses de mestrado
Issue Date: 2008
Abstract: No presente trabalho procedeu-se ao estudo dos níveis de sintomatologia depressiva em crianças em situação de acolhimento institucional, tendo-se definido três objectivos principais: 1) Caracterizar o nível de sintomatologia depressiva (quer tomando como referencia um grupo de comparação, quer em função de variáveis sócio-demográficas genero e idade); 2) Caracterizar a sintomatologia depressiva em função de variáveis do acolhimento (idade de admissão e duração); 3) Analisar a relação entre a sintomatologia depressiva e variáveis específicas do acolhimento. A sintomatologia depressiva foi avaliada através da escala Center for Epidemiological Studies Depression Scale for Children (CES-DC), adaptada por Martinho (2004) para a população portuguesa. Construíram-se duas fichas para a obtenção de informação, quer junto dos técnicos quer junto das crianças. No primeiro caso (técnicos) visava-se a obtenção de informação sócio-demografica, de desenvolvimento, relativa a situação escolar e ao acolhimento institucional; a ficha para a criança focava informação específica referente a experiencia do acolhimento. Participaram no estudo 23 crianças com idades compreendidas entre os 9 e os 15 anos. Os resultados mostram que a amostra estudada não se distingue significativamente de uma amostra de comparação na sintomatologia depressiva. Também não se encontraram variações na sintomatologia depressiva em função das variáveis sócio-demograficas e do acolhimento analisadas. Sobressai, contudo, que quanto maior a idade na altura da admissão, mais desfavorável e a perspectiva em termos de Felicidade . Adicionalmente, a perspectiva da criança sobre a relação com os companheiros e a relação com os técnicos associa-se significativamente com um acréscimo de sintomatologia depressiva em domínios específicos. Apesar das limitações deste estudo, ele revelou-se pertinente para o incremento do conhecimento sobre a pa
In this study the levels of depressive symptomatology in children living in residential care have been analysed. Three main aims have been defined: 1) To characterize the levels of depressive symptomatology (both by taking a comparative group as reference and the basis of sociodemographicalvariables gender and age); 2) To characterize depressive symptomatology according to residential care variables (age of admission and duration of residential care); 3) To analyze the relationship between depressive symptomatology and specific residential care variables. Depressive symptomatology has been assessed through the Center for Epidemiological Studies Depression Scale for Children (CES-DC), adapted for the Portuguese population by Martinho (2004). Two files were created as a way of obtaining information from both staff and children. In the former, the aim was to obtain sociodemographic, developmental, school situation and residential care information; the child's file focused on specific information related to the residential care experience. 23 children aged between 9 and 15 years participated in the study. The results show that the studied sample is not significantly different from a comparative sample in relation todepressive symptomatology. Furthermore, no depressive symptomatolgy variations were found in function of the sociodemographical and residential care variables. However, seemingly, the older the child is at the time of admission the more unfavorable the child's perspective of Happiness is. Moreover, the child's perspective of relations with staff and partners is significantly associated with an increase in depressive symptomatology in specific domains. Despite this study's limitations, this work has proved to contribute to the acquisition of knowledge regarding depressive pathology in this specific population, and it would be interesting to repeat it with a larger sample.
Description: Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia Clínica e da Saúde - Núcleo de Psicologia Clínica Dinâmica), 2008, Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação
URI: http://hdl.handle.net/10451/930
Appears in Collections:FPCE - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
17841_ulsd_dep.17545_Capa_Tese.pdf246.38 kBAdobe PDFView/Open
Restrict Access. You can request a copy!
17842_ulsd_dep.17545_Tese_Criancas_Acolhidas.pdf444.4 kBAdobe PDFView/Open
Restrict Access. You can request a copy!
17843_ulsd_dep.17545_CES-DC_Anexo_I.pdf10.66 MBAdobe PDFView/Open
Restrict Access. You can request a copy!
17844_ulsd_dep.17545_Ficha_de_Caracteriza00E7ao_da_Crianca_Anexo_II.pdf72.08 kBAdobe PDFView/Open
Restrict Access. You can request a copy!
17845_ulsd_dep.17545_Ficha_para_a_Crianca_Anexo_III.pdf28.53 kBAdobe PDFView/Open
Restrict Access. You can request a copy!
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE