Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/931
Título: O auto-conceito em crianças e adolescentes em acolhimento institucional
Autor: Silva, Ana Mafalda Soares Serejo Leal da
Orientador: Santos, Salomé Vieira, 1959-
Palavras-chave: Auto-conceito
Crianças institucionalizadas
Teses de mestrado
Data de Defesa: 2008
Resumo: O presente trabalho, dirigido para crianças em acolhimento institucional, tem três objectivos principais: (1) caracterização do Auto-conceito num grupo de crianças em Acolhimento Institucional (2) caracterização da relação entre o Auto-conceito e Variáveis da Situação Escolar e de Desenvolvimento (3) caracterização da relação entre o Autoconceito e Variáveis do Acolhimento. No estudo participaram 25 crianças e jovens, com idades compreendidas entre os 8 e os 16 anos. Para a avaliação do Auto-conceito utilizouse a adaptação portuguesa das escalas de S. Harter para crianças (8-12 anos) e para adolescentes. Elaboraram-se duas Fichas de caracterização da criança/adolescente: uma a ser preenchida pelos técnicos, de modo a se obter informação relevante sobre a criança em áreas especificas, e outra a ser respondida pela criança/adolescente, visando a obtenção de informação relativa a aspectos da sua experiência no Lar de acolhimento. Os resultados obtidos mostram que não ocorre variação no Auto-conceito em função da idade, do sexo e do ano de escolaridade da criança/adolescente. Encontram-se algumas relações significativas entre domínios do Auto-conceito e variáveis da Situação Escolar e de Desenvolvimento, destacando-se também várias relações significativas com variáveis do Acolhimento (com especial saliência para variáveis de tipo relacional).
This study is aimed at children in institutionalized care and has three main goals: (1) to characterize Self-concept in a group of children in institutionalized care; (2) to characterize the relationship between Self-concept, as well as variables of Development and of the School Situation; (3) to characterize the relationship between self-concept and institutionalization variables. 25 children and teenagers aged between 8 and 16 years of age participated in this study. The Portuguese adaptation of S. Harter's scale was used to evaluate children's (8-12 year olds) and teenagers Self-concept. Two characterization files of the child/teenager were made: one to be completed by the technicians in order to obtain relevant information about the child in specific areas, and another to be completed by the child/teenager, aimed at obtaining information related to aspects of their experience in institutionalized care. The results show that age, sex and schooling do not cause variation in Self-concept. Some significant relationships were found between domains of Selfconcept and Development and the School Situation variables, also highlighting several significant relationships with fostering variables (with special emphasis on relational variables).
Descrição: Tese de mestrado, Psicologia (Psicologia Clínica e da Saúde - Núcleo de Psicologia Clínica Dinâmica), 2008, Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação
URI: http://hdl.handle.net/10451/931
Aparece nas colecções:FPCE - Dissertações de Mestrado



FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.