Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação (FPCE) >
FPCE - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/936

Título: Trabalhadores temporários e a termo : a percepção de cumprimento psicológico, suporte organizacional e implicação afectiva
Autor: Caldas, Nadine Costa
Orientador: Chambel, Maria José, 1962-
Palavras-chave: Psicologia dos recursos humanos
Contrato psicológico
Trabalhadores temporários
Teses de mestrado
Issue Date: 2008
Resumo: Dado que os trabalhadores temporários são cada vez mais uma presença familiar nas organizações, este estudo explora as consequências do estatuto do trabalhador nas percepções do cumprimento psicológico, suporte organizacional, e implicação, utilizando como suporte a teoria da troca social. Comparou-se trabalhadores temporários com trabalhadores a termo numa amostra de 499 operadores de call center. Como esperado verifica-se que os trabalhadores a termo quando comparados com os trabalhadores temporários revelam ter uma maior percepção de cumprimento do contrato psicológico relacional, no entanto, não são encontradas diferenças significativas no contrato psicológico balanceado e transaccional. Por outro lado, os trabalhadores a termo são mais implicados para com a organização, todavia contrariamente à hipótese formulada, não apresentam diferenças significativas na percepção de suporte organizacional quando comparados com os temporários. Estes resultados podem ter implicações no tratamento dos trabalhadores a termo e temporários nos contact centers, pelo que estas serão discutidas.
Given that the temporary worker is likely to be a familiar presence in organizations, this paper explores the consequences of work arrangements on the psychological contract fulfillment, perceived organizational Support and commitment, using the social exchange theory as a framework for analysis. The study compared temporary workers with fixed term workers, in a sample with 499 call center workers. As Expected, fixed term workers when compared with their colleagues temporaries regard have a relational psychological contract fulfillment, however, no significant differences are finding in transactional and balanced psychological contract. Specifically, fixed term workers are more committed to the organization, however, contrary the formulated hypothesis this workers don't demonstrate significant differences in organizational support perceived when compared with temporary. Such findings could have implications for the treatment of temporary workers in call centres, therefore this are discussed.
Descrição: Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia dos Recursos Humanos, do Trabalho e das Organizações), 2008, Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação
URI: http://sibul.reitoria.ul.pt/F/?func=item-global&doc_library=ULB01&type=03&doc_number=000554503
http://hdl.handle.net/10451/936
Appears in Collections:FPCE - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
17830_ulsd_dep.17548_Trabalhadores_Temporarios_e_a_Termo.pdf164,26 kBAdobe PDFView/Open
17831_ulsd_dep.17548_Anexos_1.pdf86,38 kBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE