Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/9381
Título: Sidónio Pais e a encenação do poder durante a República Nova
Autor: Ventura, Vasco Manuel Veloso
Orientador: Leal, Ernesto Castro, 1957-
Palavras-chave: Pais, Sidónio,1872-1918 - Carisma
Personalização do poder
Portugal - Política e governo - 1910-1926
Teses de mestrado - 2013
Data de Defesa: 2013
Resumo: O presente trabalho visa detectar, analisar e enquadrar os símbolos do Poder exteriorizados por Sidónio Pais, no período de Dezembro de 1917 a Dezembro de 1918. Acompanha, na primeira parte, e numa síntese biográfica, a caminhada de Sidónio Pais do extremo norte do País ao centro do Poder, em Lisboa, considerados o cidadão e a sua circunstância. As origens, a vivência escolar e universitária, a constituição de uma família, os devaneios amorosos, o percurso militar, a actividade profissional e política, como Professor, Académico, Gestor escolar, Deputado, Ministro e Diplomata. Na segunda parte, regressado a Lisboa, após três anos e meio como Ministro Plenipotenciário, em Berlim, Sidónio Pais acumula o exercício de uma função discreta, no Ministério dos Negócios Estrangeiros, com a de conspirador e de líder vitorioso de um golpe militar, a 8 de Dezembro de 1917. Regista o seu crescendo de popularidade, consciencializados que são por Sidónio Pais os pressentidos dotes carismáticos, construída uma personagem, promovida a cuidada imagem como Presidente, protagonista, em variações cénicas de sucesso. Sidónio Pais ao encontro dos cidadãos e dos seus problemas, progressivamente mais distante das elites, desapegado da realidade política, cada vez mais isolado, numa irreprimível atracção por um messiânico destino. Analisa a sua acção política, a utilização dos meios de comunicação e propaganda, a evolução do teor dos discursos, a actuação política à luz das doutrinas da época e posteriores. Alinha conclusões, indica fontes e bibliografia e junta antologias iconográfica e literária.
ABSTRACT: This work aims to identify, analyse and contextualise the symbols of power displayed by Sidonio Pais between December 1917 and December 1918. In the first part – in a summarised biography - we join Sidonio Pais in his journey from the northern border of Portugal to its centre of power in Lisbon, depicting him as a citizen and his circumstance. From his origins, school and university days, the start of his own family, his love adventures, his military life, to his professional and political careers where he assumes roles as Professor, Headmaster, Member of Parliament, Minister and Diplomat. In the second part, after three and half years leading a diplomatic mission in Berlin, Sidonio Pais returns to Lisbon combining an insignificant role at the Foreign Office with one of conspirator and ultimately victorious leader of the military coup of the 8th of December 1917. This work registers Sidonio Pais’s crescendo of popularity portraying him as the star in scenes of success once he becomes fully cognisant of his charisma and carefully builds a characterful presidential image. Sidonio Pais reaches out to the people and their problems and progressively distances himself from the elites and political reality rendering him isolated in his irrepressible attraction for a messianic destiny. His political actions, the use of the Media and propaganda, the evolution of the content and quality of his speeches, and his political performance is analysed in light of both the doctrine of his time and that which followed. This work presents conclusions, lists the sources and bibliography used and includes both iconographic and literary anthologies.
Descrição: Tese de mestrado, História Moderna e Contemporânea, Universidade de Lisboa, Faculdade de Letras, 2013
URI: http://hdl.handle.net/10451/9381
Aparece nas colecções:IGOT - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfl144055_tm.pdf294,88 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.