Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/9448
Título: A influência do stress hídrico e da eutrofização do solo na doença da murchidão do pinheiro
Autor: Colwell, Filipe de Jesus, 1989-
Orientador: Máguas, Cristina, 1962-
Correia, Otília da Conceição Alves, 1953-
Palavras-chave: Nemátodo do pinheiro
Pinus pinaster
Pinus radiata
Stress hídrico
Teses de mestrado - 2013
Data de Defesa: 2013
Resumo: Pine wood nematode (Bursaphelenchus xylophilus) is the causal agent of pine wilt disease. Due to the high mortality and speed with which this disease can spread it is considered one of the biggest threats to pine trees in the world. It causes considerable economic and environmental damage, severely changing forest composition. Pine wood nematode is dependent on an insect vector of the genus Monochamus for short range transmission and on the timber industry for long range transmission. This work seeks to study the development of pine wilt disease in P. radiata and P. pinaster under water stress at a moderate temperature (20ºC), which is considered to be the limit for the development of the disease. It also seeks to study the effects of soil eutrophication in P. pinaster in combination with high temperature (25ºC). For that, a greenhouse experiment was carried out using both pine species plants directly infected by Bursaphelenchus xylophilus. Throughout this study various physiological parameters and the symptomology were observed to determine whether any of the physiological parameters would permit the disease to be detected before the appearance of visible symptoms. This study showed that water stress is an important factor in the development of pine wilt disease, although with a different degree in each pine species. For P. pinaster, water stress resulted in a mortality of 37.5%; however, for P. radiata water stress had a much stronger effect, resulting in a 75% mortality. Soil eutrophication does not seem to have any effect on the evolution of the disease, given that all treatments expressed a similar development of the disease and similar mortality (between 12,5-25%). However, the relative small number of individuals that developed the disease prevents solid conclusions. Moreover, none of the physiological parameters observed during this study allowed the detection of pine wilt disease before the onset of symptoms occurred.
O nemátode da madeira do pinheiro (Bursaphelenchus xylophilus) provoca a doença da murchidão do pinheiro. Devido à grande mortalidade e à rapidez com que esta doença se pode espalhar é considerada uma das maiores ameaças para os pinheiros no mundo. Provoca graves danos económicos e ecológicos, alterando fortemente a composição florestal. O nemátode do pinheiro está dependente de um insecto vector do género Monochamus, para a sua transmissão a curta distância, sendo o comércio da madeira a principal causa da sua transmissão a longa distância. Neste trabalho procurou-se estudar o desenvolvimento da doença da murchidão do pinheiro, em P. radiata e P. pinaster, sobre stress hídrico, a uma temperatura moderada (20ºC), considerado como o limite para o desenvolvimento da doença da murchidão do pinheiro. Também se procurou estudar o efeito da eutrofização do solo, em P. pinaster, a uma temperatura elevada (25ºC). Para esse fim, foi realizada uma experiência em estufa utilizando indivíduos de ambas as espécies directamente infectados com Bursaphelenchus xylophilus. Neste estudo observou-se vários parâmetros fisiológicos e a sintomatologia, para se determinar se algum destes parâmetros fisiológicos permite detectar a doença antes do aparecimento de sintomas visíveis. Pôde-se observar que o stress hídrico é um factor muito importante no desenvolvimento da doença, mas com um grau diferente para cada espécie. Em P. pinaster, o stress hídrico resultou numa mortalidade de 37,5%, enquanto em P. radiata o stress hídrico teve um efeito muito mais acentuado, resultando numa mortalidade de 75%. A eutrofização do solo não parece ter afectado a evolução da doença, tendo todos os tratamentos apresentado uma evolução da doença e mortalidade semelhantes (entre 12,5-25%), mas o pequeno número de indivíduos que desenvolveram a doença impossibilita conclusões definitivas. Nenhum parâmetro fisiológico utilizado neste trabalho permitiu detectar a doença antes de esta apresentar sintomas visíveis.
Descrição: Tese de mestrado. Biologia (Biologia da Conservação). Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências, 2013
URI: http://hdl.handle.net/10451/9448
Aparece nas colecções:FC - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfc103079_tm_filipe_colwell.pdf2 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.