Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/9711
Título: Shakespeare e Machado de Assis: das origens do teatro brasileiro à apropriação de Hamlet
Autor: Silva, Kelly Aparecida dos Santos
Orientador: Bastos, Mário Vítor, 1961-
Palavras-chave: Shakespeare, William, 1564-1616 - Influência
Assis, Machado de, 1839-1908 - Crítica e interpretação
Literatura brasileira - séc.19 - História e crítica
Teses de mestrado - 2013
Data de Defesa: 2013
Resumo: Esta dissertação propõe-se a analisar e reavaliar o contributo do escritor inglês William Shakespeare (1564-1616) para o universo ficcional de um dos mais relevantes autores da literatura brasileira, Joaquim Maria Machado de Assis (1839-1909). Mais conhecido pelo realismo da sua obra literária, Machado de Assis foi também leitor activo e entusiástico de Shakespeare ao longo da sua vida. Neste sentido, começamos por abordar a questão da recepção de Shakespeare no Brasil oitocentista, bem como das primeiras representações das suas peças e das primeiras traduções, a fim de respondermos a questões, tais como: o modo como Machado chega a Shakespeare; o seu notável interesse pelo autor inglês; e quando a influência Shakespeariana começa a ser pertinente na sua obra. Dado que a escrita de Machado dialoga com a de Shakespeare através das mais diversas formas intertextuais (citações, alusões, adaptações, pastiches, apropriações, paródias, deslocamentos temáticos e fusões de natureza híbrida), procurámos fazer uma análise sistemática de alguns textos machadianos, à luz do exemplo particular de Hamlet. Este trabalho procura também demonstrar que a possibilidade de interpretação de novos diálogos intertextuais entre Shakespeare e Machado está longe de ser um tema encerrado. Deste modo, damos ênfase, sobretudo, a aspectos menos explorados pela crítica nomeadamente, a relação estabelecida com Hamlet na construção de um idioma ficcional próprio como o demonstram as análises feitas a crónica-conto “A Cena do cemitério” (1894) e do romance Helena (1876) onde evidenciamos na personagem homónima, traços ofelianos. Os resultados apresentados pretendem, por último, ser um contributo intertextual e comparatista para o estudo do diálogo produtivo existente ente a obra de Machado de Assis e William Shakespeare.
ABSTRACT: This dissertation is a study and reassessment of the contribution of the English writer William Shakespeare (1564-1616) to the fictional universe of one of the most important Brazilian’s authors, Joaquim Maria Machado de Assis (1839-1909). Well known for the realism of his major literary works, Machado de Assis was an active and enthusiastic Shakespeare’s reader throughout his life. In order to understand this literary relationship, we started by approaching the Brazilian reception of William Shakespeare in the first half of the nineteenth namely the first performances of his plays and the translations of his writings, in order to answer central questions to our enquiry, such as: how did Machado arrived at Shakespeare; why did last so long his remarkable interest about the English writer; and finally when did the Shakespearean influence begin to be relevant to the Brazilian master. The dialogue between Machado’s and Shakespeare’s works is visible by means of quotations, allusions, adaptations, pastiches, and appropriations. Within this vast set of text we sought mainly to analyse and interpret the early presence in Machado’s writings of the tragedy Hamlet and its universe. This study also aimed at showing that the inter-textual dialogue between Shakespeare and Machado is far from being an exhausted issue. As a matter of fact, we emphasized in this study, aspects less explored by scholars, namely the literary role of aspects of Hamlet in the building up of a proper Brazilian fictional idiom, namely in Machado’s novel Helena (1876) and in his chronicle-short-story “A Cena do Cemitério” (1894). Lastly, our study aims at offering a small contribution in order to further the understanding of the complex inter-textual dialogue between Machado de Assis and William Shakespeare.
Descrição: Tese de mestrado, Estudos Ingleses, Universidade de Lisboa, Faculdade de Letras, 2013
URI: http://hdl.handle.net/10451/9711
Aparece nas colecções:FL - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfl146000_capa.pdfCapa102,71 kBAdobe PDFVer/Abrir
ulfl146000_tese.pdfTese740,38 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.