Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/9751
Título: Saudades de casa e estratégias de adaptação em estudantes em mobilidade internacional : determinantes e consequências
Autor: Silva, Sandra Isabel Costa
Orientador: Moreira, João Manuel, 1964-
Palavras-chave: Mobilidade internacional
Coping
Mecanismos de defesa
Mobilidade relacional
Erasmus (Ensino superior)
Teses de mestrado - 2013
Data de Defesa: 2013
Resumo: A globalização contemporânea conduz à eliminação de fronteiras nacionais e à expansão de ligações transnacionais, incentivando a mobilidade geográfica. O processo de globalização repercute-se também no contexto universitário. Com a internacionalização das universidades, constata-se a crescente expansão da mobilidade internacional dos estudantes. As saudades de casa constituem uma consequência frequente no processo de mobilidade geográfica. O presente estudo visa compreender o fenómeno das Saudades de Casa, explorando o efeito preditor de fatores de vulnerabilidade, com especial enfoque para o Estilo de Vinculação, as Estratégias de Adaptação e a Mobilidade Relacional, e as suas consequências para o Bem-estar Psicológico. Neste estudo participaram estudantes universitários residentes em Portugal a realizarem programas de mobilidade internacional, no primeiro semestre (amostra 1: N = 176) e no segundo semestre (amostra 2: N = 114). Foi desenvolvido um instrumento novo e original para avaliar as estratégias de adaptação dos estudantes em mobilidade internacional (QEAEMI). Os resultados indicaram que (a) o estilo de vinculação Preocupada tem uma influência sobre as Saudades de Casa e o Mal-estar Psicológico, quer diretamente quer indiretamente, através das estratégias de adaptação Conversão e Apoio Social e da Terminação das relações prévias à mobilidade internacional; (b) o estilo de vinculação Evitante tem uma influência direta positiva sobre o Recalcamento, a Terminação e o Mal-estar psicológico, e uma influência direta negativa sobre o Apoio Social e a Manutenção. Com efeito, conclui-se que o estilo de vinculação, as estratégias de adaptação e a gestão das redes sociais perante a experiência de mobilidade internacional são determinantes no desenvolvimento de saudades de casa, conduzindo ao mal-estar psicológico. Consequentemente, referem-se possíveis implicações futuras na investigação e na intervenção.
Contemporary globalization leads to the elimination of national frontiers and to the expansion of transnational connections, encouraging geographical mobility. The globalization process has repercussions also in the university context. With the internationalization of universities, international mobility of students is increasingly widespread. Homesickness is a common concern in geographical mobility processes. The general purpose of this study is to understand the phenomenon of homesickness, exploring the predictive effect of vulnerability factors especially attachment style, adaptation strategies and relational mobility, and their consequences on psychological well-being. The study involved college students residing in Portugal and participating in an international mobility program in the first semester (sample 1: N = 176) or the second semester (sample 2: N = 114). Adaptation strategies of students in international mobility were investigated by using a newly developed instrument, the QEAEMI. Results showed that (a) Preoccupied attachment has a positive influence on Homesickness and Psychological Distress, both direct and mediated through adjustment strategies - Conversion and Social Support - and through Termination of relationships existing prior to the international mobility; and that (b) Avoidant attachment has a direct positive influence on Repression, Termination and Psychological Distress, and a direct negative influence on Social Support and relationships Maintenance. Therefore, it was possible to conclude that attachment style, adaptation strategies and the management of social networks during the experience of international mobility have an important role in the development of homesickness, leading to psychological distress. Implications for further research and intervention are discussed.
Descrição: Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia Clínica e da Saúde - Núcleo de Psicologia Clínica Dinâmica), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2013
URI: http://hdl.handle.net/10451/9751
Aparece nas colecções:FP - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfpie044721_tm.pdf2,81 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.