Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/9841
Título: Hardiness, engagement e satisfação com a vida em alunos da Academia Militar : relação entre variáveis e estudos comparativos
Autor: Pereira, Maria Verónica de Freitas
Orientador: Rafael, Manuel, 1962-
Rosinha, António José Palma Esteves, 1966-
Palavras-chave: Academia Militar Portuguesa
Satisfação com a vida
Formação militar
Teses de mestrado - 2013
Data de Defesa: 2013
Resumo: O Ensino Superior, ministrado pela Academia Militar Portuguesa, tem características e exigências específicas, marcadas pela formação e normalização. Neste sentido, a adaptação e a permanência nesta Instituição de ensino é encarada pelos alunos como um desafio extremo que, do ponto de vista emocional, exige um elevado nível de Hardiness e de Engagement, sendo pertinente entender, até que ponto, se traduzem em competências essênciais para a Satisfação com a Vida. Uma vez que estamos a falar de estudantes, considera-se importante correlacionar essas variáveis quer com a Formação Militar e a classificação académica final, quer com o incremento da formação académica dos mesmos. Foram recolhidos dados de uma amostra composta por 477 alunos, dos quatro anos de escolaridade, da Academia Militar, utilizando a Escala de Hardiness (Bartone, Ursano, Wright & Ingraham, 1989; Mallar & Capitão, 2004), a Escala de Engagement para Estudantes (Schaufeli, Martinez, Marques Pinto, Salanova & Bakker, 2002) e a Escala de Satisfação com a Vida (Diener, Emmons, Larsen & Griffin, 1985). Os resultados obtidos demonstraram que o Hardiness e o Engagement encontram-se significativamente relacionados entre si e, também com a Satisfação com a Vida, exercendo um forte impacto sobre a mesma. Neste sentido, os alunos que evidenciaram níveis mais elevados de Hardiness e de Engagement são os que apresentam uma maior Satisfação com a Vida, aquando o seu ingresso e permanência no Ensino Superior da Academia Militar. O Hardiness apresenta, ainda, uma relação positiva com a Formação Militar, ao invés do Engagement, que não revela qualquer relação significativa com a Classificação Académica Final. Porém, tanto o Engagement como a Satisfação com a Vida apresentam diferenças estatisticamente significativas, ao longo da formação académica dos alunos. De acordo com as conclusões obtidas, a Academia Militar Portuguesa poderá intervir junto dos seus alunos, de modo a garantir as competências básicas para uma singular adaptação e frequência no seu característico ensino.
Higher education , taught by the Portuguese Military Academy, has specific characteristics and requirements, marked by the training and normalization. Therefore, the adaptation and the permanence in this educational institution is viewed by the students as an extreme challenge that from the emotional point of view, it requires a high level of Hardiness and Engagement, being relevant to understand the extent to which it translates into essential skills for the Satisfaction with Life. Since we are talking about students, it is important to correlate these variables with either the Military Training and Final Academic Classification and with the Academic Qualifications increment of the same. Data were collected from a sample of 477 students from the first four years of education in the Military Academy, using the Hardiness Scale (Bartone, Ursano, Wright & Ingraham, 1989; Mallar & Capitão, 2004), the Scale for Student Engagement (Schaufeli, Martinez, Marques-Pinto, Salanova & Bakker, 2002) and the Satisfaction with Life Scale (Diener, Emmons, Larsen & Griffin, 1985). The results showed that the Hardiness and Engagement are significantly related to each other and also to the Satisfaction with Life , exerting a strong impact on the same . In this sense, students who showed higher levels of Hardiness and Engagement are those with greater Satisfaction in life when they entered and engaged The Military Academy Education. The Hardiness also presents a positive relationship with the Military Performance, instead of Engagement, which shows no significant relationship with the Final Academic Classification. However, both the Engagement and Satisfaction with Life show statistically significant differences along the students´academic training. According to the conclusions , the Portuguese Military Academy can intervene with their students , to ensure the basic skills to a unique adaptation and attendance in its distinctive teaching method.
Descrição: Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia dos Recursos Humanos, do Trabalho e das Organizações), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2013
URI: http://hdl.handle.net/10451/9841
Aparece nas colecções:FP - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfpie044761_tm.pdf468,93 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.