Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/9845
Título: O processo de separação-individuação e as experiências depressivas na adolescência
Autor: Vieira, Natacha Filipa Raposo
Orientador: Biscaia, Constança
Palavras-chave: Separação-individuação
Depressão (psicologia)
Psicologia do adolescente
Teses de mestrado - 2013
Data de Defesa: 2013
Resumo: O presente trabalho teve como principal objetivo analisar a relação entre o processo de separação-individuação e as experiências depressivas na adolescência. Foram definidos três objetivos específicos: (1) Analisar as dimensões do processo de separação-individuação em função das variáveis sociodemográficas: Sexo, Idade e Sucesso Escolar; (2) Analisar as dimensões das experiências depressivas em função da variável sociodemográfica: Sexo; (3) Analisar a relação entre as dimensões do processo de separação-individuação e as experiências depressivas. Estudámos uma amostra de 150 adolescentes (103 raparigas e 47 rapazes), com idades compreendidas entre os 14 e 17 anos de idade, a frequentar o ensino básico e secundário. Utilizou-se a adaptação portuguesa do Questionário de Experiências Depressivas para Adolescentes (QED-A; Morgado & Campos 2011) e o Teste de Separação-Individuação para a adolescência (SITA; Levine, Green e Millon, 1986). Verificaram-se diferenças significativas em função da variável Género nas subescalas do SITA, Expectativa de Rejeição, em função da variável Sucesso Escolar na subescala Separação Saudável e em função da variável Idade em 3 subescalas do SITA (Ansiedade de Separação, Ansiedade de Aproximação e Expectativa de Rejeição). No que diz respeito às dimensões do QED-A, verificaram-se diferenças significativas em função das variáveis género e idade no fator Dependência. Relativamente às correlações entre os instrumentos, observam-se correlações significativas e negativas entre a maioria das escalas do QED-A e do SITA. Os resultados fazem-nos refletir sobre o processo de separação-individuação e sobre os desafios de desenvolvimento que este implica. Consideramos fundamental desenvolver estudos futuros que permitam contribuir para a exploração e compreensão dos resultados.
The main objective of the present work had been analyze the relationship between separation-individuation process and the depressive experiences in adolescence. Had been define three specific objectives: (1) analyze the separation-individuation process dimensions as a function of sociodemographic variables: Gender, Age and School Success; (2) analyze the depressive experiences dimensions as a function of sociodemographic variable: Gender; (3) analyze the relationship between the separation- individuation process and depressive experiences dimensions, through the co-relationship between instruments. We had studied a sample of 150 adolescents (103 girls and 47 boys), aged between 14 and 17 years old, in the middle school and high school. We used the Portuguese adaptation of the Depressive Experiences Questionnaire of Adolescence (QED-A; Morgado & Campos 2011) and the Separation-individuation Test of Adolescence (SITA; Levine, Green e Millon, 1986). We could see that existed significant differences in function of the Gender variable according to the scales of SITA, Rejection Expectancy, the School Success variable according to the Healthy Separation and the Age variable according the scales of Separation Anxiety, Engulfment Anxiety and Rejection Expectancy. In respect of the QEDA dimensions, we were able to see that existed significant differences about Gender and Age variable in Dependence Factor. About the co-relationships between the instruments, we could observe that existed a lot of negative co-relationships and positive corelationships between the scales of QED-A e do SITA. The conclusions made reflect about the separation-individuation process and the development challenges that involves. We think that is important develop future studies to assist in the exploration and understanding of the results.
Descrição: Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia Clínica e da Saúde - Núcleo de Psicologia Clínica Dinâmica), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2013
URI: http://hdl.handle.net/10451/9845
Aparece nas colecções:FP - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfpie044766_tm.pdf1,85 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.