Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/9846
Título: A representação materna da ligação mãe-filho na gemelaridade
Autor: Candeias, Mara Filipa Conceição
Orientador: Justo, João Manuel Rosado de Miranda, 1958-
Palavras-chave: Relação mãe-criança
Gémeos
Temperamento
Teses de mestrado - 2013
Data de Defesa: 2013
Resumo: Objetivo: O objetivo principal desta investigação é estudar a ligação materna na gemelaridade, por outras palavras, perceber como esta se estabelece na presença, não de um, mas de dois bebés. Amostra: Mães (N = 30) de bebés gémeos, com idades compreendidas entre os 3 e os 18 meses. Instrumentos: Após a obtenção do Consentimento Informado por escrito, foi pedido a cada participante que preenchesse um Questionário Sociodemográfico e Clínico, seguido da versão portuguesa do Questionário das Características do Bebé (um para cada bebé). Em seguida foi realizada a Entrevista R (uma para cada bebé). Por último, as participantes foram convidadas a preencher a versão portuguesa da Escala de Ligação Mãe-Bebé (uma para cada bebé). Hipóteses: Formularam-se três hipóteses. H1: a representação mental materna de cada bebé pode ser explicada pela perceção materna do temperamento de cada um dos gémeos. H2: a ligação materna que a mãe estabelece com cada bebé pode ser explicada pela representação mental materna desse bebé. H3: a diferença entre as representações mentais maternas de cada bebé pode ser explicada pela diferença entre a perceção materna do temperamento de cada bebé. Tratamento estatístico: Realizaram-se diversas análises de regressão conforme cada uma das hipóteses em causa. Resultados: A primeira hipótese foi parcialmente confirmada, enquanto a segunda e a terceira hipóteses não foram. Conclusão: Os dados obtidos permitem concluir que as mães de gémeos têm funcionamentos mentais distintos para cada um dos gémeos, sendo estes motivados por diversas variáveis, quer sejam as do próprio bebé ou maternas. O que acaba por se refletir nas ligações que as mães estabelecem com os seus filhos gémeos, sendo estas, relações com muitos aspetos positivos.
Goal: The main goal of this research is to study the maternal bonding in twinning, in other words, to understand how this is established in the presence of not one but two babies. Sample: Mothers (N = 30) of twin babies, aged between 3 and 18 months. Instruments: After written Informed Consent was obtained, each participant was invited to fill a Sociodemographic and Clinical Questionnaire, followed by the Portuguese version of the Infant Characteristics Questionnaire (one for each baby). Then the R Interview was conducted (one for each baby). Finally, participants were invited to fill the Portuguese version of the Mother-Baby Bonding Scale (one for each baby). Hypothesis: Three hypotheses were developed. H1: the mental maternal representation of each baby can be explained by the maternal perception of the temperament of each twin. H2: the maternal bond that the mother establishes with each baby can be explained by the mental maternal representation of each baby. H3: the difference between mental maternal representations of each baby can be explained by the difference between maternal perception of temperament of each baby. Statistical analyzes: Several regression analyzes were performed according to each one of the hypothesis in discussion. Results: The first hypothesis was partially confirmed, while the second and third hypotheses were not. Conclusion: The data obtained showed that mothers of twins have different mental working through for each of the twins, which are motivated by several variables, either of the baby itself or of the mother. These, ultimately, are reflected in the bondings that mothers have with their twin sons, being these, relationships with many positive aspects.
Descrição: Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia Clínica e da Saúde - Núcleo de Psicologia Clínica Dinâmica), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2013
Os Ficheiros SPV encontram-se no CD apenso ao exemplar em papel.
URI: http://hdl.handle.net/10451/9846
Aparece nas colecções:FP - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfpie044762_tm.pdf1,92 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.