Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/9930
Título: As crianças na narrativa de Ondjaki
Autor: Faria, Helena Maria Martins
Orientador: Leite, Ana Mafalda
Palavras-chave: Ondjaki,1977 - Crítica e interpretação
Crianças - Na literatura
Teses de mestrado - 2013
Data de Defesa: 2012
Resumo: A introdução apresenta o jovem autor angolano, Ondjaki, que nasceu em Luanda em 1977 e uma breve abordagem da história de Angola, desde a formação do país até ao período pós-independência. Nesta dissertação, pretendeu-se mostrar a forma de representação do universo das crianças que povoam as narrativas do autor, nomeadamente nas obras Bom Dia Camaradas, Os da Minha Rua, Avó Dezanove e o Segredo do Soviético e A Bicicleta Que Tinha Bigodes. Verificámos que, através de um exercício de memória, o narrador, quase sempre o protagonista, nos dá uma descrição desinibida e humorística das aventuras do seu quotidiano numa cidade marcada por décadas de guerra civil. Mas os conflitos ocorrem longe da capital e não impedem as crianças de brincar nas ruas, despreocupadas e felizes e de frequentar a escola, buscando uma formação e um destino melhor. As crianças na narrativa de Ondjaki surgem integradas no meio familiar que, de um modo geral, lhes proporciona um lar e alimentação. Mas nem todos os outros meninos partilham da mesma sorte. Alguns são obrigados a trabalhar para ajudar no sustento da família. Pelo contrário, o narrador personagem tem os cuidados dos pais, das avós e da sua madrinha, personagens importantes na formação e educação do menino. Outras personagens adultas também desempenham um papel preponderante na vida das crianças, entre elas o EspumaDoMar que, através de frases poéticas, revela o caminho dos sonhos. Mas são, contudo, os professores, alguns estrangeiros que, nas escolas, ajudam as crianças a definir objetivos e a traçar metas. Damos também conta dos roteiros dos espaços por onde circulam as crianças: bairros de casas térreas, que marcam a diferença entre a cidade e o subúrbio; o mar lugar de evasão 4 e de liberdade; a escola, que apesar de degradada, garante as necessidades educativas das crianças. Por último, centramos a nossa atenção na dimensão temporal, procurando demonstrar a importância do tempo na vida das crianças. Também não podemos deixar de salientar o modo como os mais novos vivem um tempo histórico conturbado e de incertezas face ao futuro. Concluímos que este ponto de vista “infantil” permite uma visão crítica da sociedade angolana no período pós-independência.
Abstract: The introduction presents the young author, Ondjaki, who was born in Luanda in 1977 and a brief approach to the history of Angola, since its formation to the postindependence period. In this dissertation we intend to show the form of representation of the children’s universe, those who people the stories told by the author, mainly in Bom Dia Camaradas, Os da Minha Rua, Avó Dezanove e o Segredo do Soviético e A Bicicleta Que Tinha Bigodes. We confirm that, through a memory exercise, the narrator, mainly the leading figure, gives us an uninhibited and humoristic description of his every day adventures in a city marked by decades of civil war. But the conflicts occur far from the capital and don’t stop the children from playing happily in the streets, and attending school in search for a better destiny. The children in Ondjaki’s stories are integrated in a family environment that, in general, provides them with a home and nourishment. But not every child shares the same luck. Some are obliged to work in order to help with the family income. On the contrary, the narrator, as a child, was cared by his parents, grandmother and godmother, those who played an important role in his up-bringing. Other adult figures also had an important part in the lives of the children, among them EspumaDoMar who, with his poetic phrases, showed the young one’s the path of dream. But, the teachers, some of them foreign, taught the children in the schools and helped them define objectives and draw their goals. We also focussed on the places where the children circulate: the neighbourhoods, with detached houses, which establish the difference between the city and the suburbs; the sea side, a place of evasion and freedom; the school, although degraded still guaranties the educational needs of the children. 6 Lastly, we centred our attention on the time dimension, showing the importance it has in the lives of the children. We also show how they live in an historic time, carved by uncertainties regarding the future. We conclude that this “infantile” point of view allows for a critic perspective of the Angolan society of the post-independence period.
Descrição: Tese de mestrado, Estudos Românicos (Estudos Brasileiros e Africanos), Universidade de Lisboa, Faculdade de Letras, 2013
URI: http://hdl.handle.net/10451/9930
Aparece nas colecções:FL - Dissertações de Mestrado



FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.